Dinossauro com penas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dinossauro com penas

Mensagem por C. M. Elias em Sex Out 24, 2008 7:57 am


Descoberto fóssil na China
O Epidexipteryx era um dinossauro com penas mas não voava, elas serviam só de ornamento

22.10.2008 - 18h26 Nicolau Ferreira

As rochas da China revelaram mais um enigma do Jurássico, pronto para entrar na lista dos cinco dinossauros mais estranhos do imaginário das crianças (e dos adultos). O Epidexipteryx hui não era maior do que um pombo, tinha penas, era carnívoro, mas provavelmente não conseguia voar. A descoberta foi publicada hoje na revista científica "Nature", por um grupo de investigadores da Academia de Ciências da China.

Os fósseis do Epidexipteryx (o que tem penas de exibição, em grego) foram encontrados em Ningcheng, no norte da China. Os fósseis são do Jurássico médio e tardio. Estima-se que o predador tenha vivido entre há 168 e 152 milhões de anos, um pouco antes da famosa Archaeopteryx, a primeira ave, com um aspecto próximo do dos dinossauros.

O Epidexipteryx era um carnívoro bípede (um terópode) pequeno, com o corpo coberto de penas que não eram apropriadas para voar. A sua característica mais distinta são as quatro longas penas, que saiam da cauda e ficaram bem preservadas.

Os investigadores julgam que estas penas são ornamentais e que cumprem uma função importante para a reprodução. Há muitas espécies de aves com penas grandes e de cores exóticas, que são importantes para o ritual de acasalamento. O mesmo poderia acontecer com o Epidexipteryx.

O novo dinossauro deveria pesar menos que 200 gramas. O esqueleto tinha várias características parecidas com os das aves e os paleontólogos colocaram a espécie ao lado das primeiras linhas evolutivas dos dinossauros voadores.

“O Epidexipteryx é o mais antigo dinossauro terópode conhecido que tem penas ornamentais”, diz o artigo na "Nature". Mas esta plumagem sem funções para o voo leva os autores do artigo a conjecturar que, evolutivamente, as penas apareceram primeiro para funções de comportamento e só depois foram utilizadas para voar.

A única alternativa será se os antepassados desta espécie tiverem “desaprendido” de voar, como aconteceu com a galinha e a avestruz. Seja qual for o caso, é obrigatório que este dinossauro apareça na próxima sequela do filme "Jurassic Park".

Fonte: Público Online
avatar
C. M. Elias
Admin

Número de Mensagens : 315
Data de inscrição : 16/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dinossauro com penas

Mensagem por João T. Tavares em Ter Out 28, 2008 5:55 pm

Uma outra interpretação da mesma proto-ave:

http://www.montevideo.com.uy/imgnoticias/223716.jpg

O mais interessante é que demonstra que as penas se desenvolveram bastante como ornamentos antes de permitirem o voo, o que afinal já não
e uma idéia recente.

As ilustrações estão muito interessantes.
avatar
João T. Tavares

Número de Mensagens : 70
Local : Faro
Data de inscrição : 28/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dinossauro com penas

Mensagem por Mark em Dom Jan 09, 2011 4:53 pm

Archaeopteryx lithographica


Archaeopteryx lithographica (do grego: ἀρχαῖος (archaios), "antigo", + πτέρυξ (ptéryx), "pena" ou "asa") é uma espécie fóssil de ave primitiva. É a única espécie reconhecida do gênero Archaeopteryx. O gênero pode ser aportuguesado como arqueopterix ou arqueoptérix. Algumas vezes é referido pela palavra alemã urgovel, que significa "primeira ave" ou "ave original". Viveu durante o período Jurássico em torno de 150-148 milhões de anos atrás, no que agora é do sul da Alemanha, quando a Europa era um arquipélago em um mar raso tropical quente, muito mais perto do equador do que é agora.

[img][/img]
avatar
Mark

Número de Mensagens : 5
Idade : 28
Local : Covilhã
Data de inscrição : 08/01/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dinossauro com penas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum