Cantos em Outubro

Página 5 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Helder Vieira em Seg Out 17, 2016 11:45 am

hugo_areal escreveu:À 1h45 da manhã?!? A essa hora devias estar a ouvir muita coisa, mas não era Strix aluco! Evil or Very Mad Twisted Evil

Okikarago!! Atão o que seria?!?
avatar
Helder Vieira

Número de Mensagens : 3150
Idade : 45
Local : Maia
Data de inscrição : 21/03/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gonçalo Elias em Seg Out 17, 2016 12:48 pm

15 de Outubro, albufeira da Póvoa, Castelo de Vide:
Jynx torquilla
Lullula arborea
Cettia cetti
Lanius meridionalis


16 de Outubro, Esperança, Arronches:
Lullula arborea
Erithacus rubecula
Cisticola juncidis
Emberiza calandra
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17630
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Paulo Lemos em Ter Out 18, 2016 6:15 am

Sempre achei graça ao facto de ouvir Lullula arborea no Outono e Inverno, pois normalmente é emitido em voo o que implica dispêndio energias, extra além de colocar a ave em risco (de predador alado).
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1334
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gonçalo Elias em Ter Out 18, 2016 8:02 am

Paulo Lemos escreveu:Sempre achei graça ao facto de ouvir Lullula arborea no Outono e Inverno, pois normalmente é emitido em voo o que implica dispêndio energias, extra além de colocar a ave em risco (de predador alado).

Sim mas não é muito diferente do que acontece na Primavera, acresce que na Primavera é necessário gastar muito mais energias com a reprodução também.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17630
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gonçalo Elias em Ter Out 18, 2016 5:04 pm

18 de Outubro, Castelo de Vide:
Sylvia atricapilla
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17630
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Tissot em Ter Out 18, 2016 5:13 pm

Cettia cetti, 19/10/2016, Jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.
avatar
Tissot

Número de Mensagens : 922
Idade : 44
Local : Amadora-Alfragide
Data de inscrição : 06/04/2009

http://www.flickr.com/photos/matthiastissot/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gonçalo Elias em Ter Out 18, 2016 5:26 pm

Tissot escreveu:Cettia cetti, 19/10/2016, Jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Ah que giro nunca vi um Cettia em Lisboa e creio que não são nada frequentes.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17630
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Tissot em Ter Out 18, 2016 5:34 pm

Gonçalo Elias escreveu:
Tissot escreveu:Cettia cetti, 19/10/2016, Jardins da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Ah que giro nunca vi um Cettia em Lisboa e creio que não são nada frequentes.

Para mim é só a segunda vez, a primeira vez foi o ano passado em Dezembro no buraco alagado da zona do Braço de Prata.
avatar
Tissot

Número de Mensagens : 922
Idade : 44
Local : Amadora-Alfragide
Data de inscrição : 06/04/2009

http://www.flickr.com/photos/matthiastissot/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gilberto Pinelas em Qua Out 19, 2016 4:37 am

Cantos em Outubro 2016 - Reboleira (jardim da empresa onde trabalho)

- Toutinegra-de-barrete-preto (Sylvia atricapilla)
- Toutinegra-de-cabeça-preta (Sylvia melanocephala)
- Pisco-de-peito-ruivo (Erithacus rubecula)
- Rabirruivo-preto (Phoenicurus ochruros)
- Estorninho-preto (Sturnus unicolor)
- Pintassilgo (Carduelis carduelis)
- Chamariz (Serinus serinus)
- Lugre (Carduelis spinus)
- Alvéola-cinzenta (Motacilla cinerea)
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 1558
Idade : 54
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gilberto Pinelas em Qui Out 20, 2016 4:44 am

Não sei se podemos considerar neste caso as vocalizações como canto, mas aqui vai:

Cantos em Outubro - Cascais

- Coruja-do-mato (Strix aluco)

Cantos em Outubro - Almadafe - Concelho de Sousel

- Mocho-galego (Athene noctua)
- Bufo pequeno (Asio otus)
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 1558
Idade : 54
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Out 21, 2016 8:59 am

19 de Outubro, Barragem da Marateca, Castelo Branco
Lullula arborea

idem, Idanha-a-Nova
Cisticola juncidis

21 de Outubro, Castelo de Vide:
Monticola solitarius
Lullula arborea
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17630
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gilberto Pinelas em Sex Out 21, 2016 9:32 am

Cantos em Outubro - Cascais

Perdiz vermelha (Alectoris rufa)
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 1558
Idade : 54
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Out 21, 2016 9:35 am

Gilberto Pinelas escreveu:- Bufo pequeno (Asio otus)

Gilberto, podes descrever o tipo de vocalização que ouviste? Foi o canto do macho?

Gilberto Pinelas escreveu:- Estorninho-preto (Sturnus unicolor)

Tenho algumas dúvidas sobe quais os sons que podem ser considerados "canto" nesta espécie.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17630
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gilberto Pinelas em Sex Out 21, 2016 11:16 am

Olá, Gonçalo.

As vocalizações que costumo ouvir são um conjunto pouco ou nada melodioso de “notas” (pios, assobios e gorjeios) sucessivas ou contínuas, entre as quais umas delas reproduz claramente o estridente gorjeio do pardal e outras, mais baixas, diga-se também, assemelham-se a algumas “notas” reproduzidas pelo picanço real. Posso acrescentar ainda que, neste “spot”, todas estas vocalizações a que tenho assistido são registadas quando as aves se reúnem numa árvore específica que escolheram para seu dormitório ou em seu redor (antenas ou outras árvores). No entanto, convém dizer também que nem todas cantam, visto que, por vezes chegam aos pares ou aos trios e nem todos emitem este ou outro tipo de vocalizações.

Relativamente á questão que colocas, se serão os machos a fazê-lo, como já disse não tenho a certeza. Todavia, no jardim da empresa onde trabalho há um casal destas aves que todos os anos se reproduz neste espaço e, o que tenho visto é que, durante todo este mês, hoje inclusive, um deles canta que se farta, sobretudo pela manhã e ao fim da tarde, o que me leva a crer que será de facto um macho.

Espero ter ajudado nas tuas dúvidas.


Última edição por Gilberto Pinelas em Sex Out 21, 2016 11:29 am, editado 1 vez(es)
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 1558
Idade : 54
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Paulo Alves em Sex Out 21, 2016 11:20 am

Gonçalo Elias escreveu:
Gilberto Pinelas escreveu:- Estorninho-preto (Sturnus unicolor)

Tenho algumas dúvidas sobe quais os sons que podem ser considerados "canto" nesta espécie.

Talvez seja mais fácil se olharmos para o comportamento da ave: um macho isolado, numa antena, com as penas da garganta arrufadas e asinhas entreabertas está a cantar.

Dos bandos saiem assobios e estalidos que considero chamamentos. Se bem que lá pelo meio pode haver machos a cantar...


Última edição por Paulo Alves em Sex Out 21, 2016 11:21 am, editado 1 vez(es) (Razão : Erro no código de "Quote")
avatar
Paulo Alves

Número de Mensagens : 1717
Idade : 27
Local : Mouriscas - Abrantes
Data de inscrição : 30/06/2008

http://riscosapenas.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gilberto Pinelas em Sex Out 21, 2016 11:27 am

Concordo contigo, Paulo. No entanto, nesses agrupamentos que antecedem a dita dormida, para além dos ditos chamamentos, também já tive a oportunidade de ver  alguns a cantar como referes/descreves.
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 1558
Idade : 54
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Out 21, 2016 11:35 am

Obrigado Gilberto, vou ver se encontro descrições do que é considerado canto (eu próprio não sei muito bem).

E quanto aos bufos, consegues dizer-me como é o som? A minha estranheza / curiosidade deriva apenas do facto de ser para mim uma total novidade ouvir bufos-pequenos nesta época do ano. Queria perceber se seriam adultos ou juvenis.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17630
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Paulo Lemos em Sex Out 21, 2016 1:59 pm

Também estive para questionar, por curiosidade. Não porque como qualquer Estrigiforme pode vocalizar de formas muito diversas (canto, chamamentos, contactos, choros, etc., etc., especialmente em socialização, já para não falar do típico som "bater de asas" e não sei se já foi descrita a forma como o som se produz) mas porque considero o canto do macho muito pouco sonoro mesmo a curta distancia (pelo menos para o ouvido humano) e relativamente raro de se ouvir até na primavera.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1334
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Out 21, 2016 2:02 pm

Paulo Lemos escreveu: considero o canto do macho muito pouco sonoro mesmo a curta distancia (pelo menos para o ouvido humano) e relativamente raro de se ouvir até na primavera.

sem dúvida, ainda por cima esta espécie é conhecida por não responder aos chamamentos
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17630
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Out 21, 2016 4:04 pm

Aqui fica a informação que está no BWP aka Cramp para o Sturnus unicolor (os realces são meus):


Taken from the BWP on CD-ROM: copyright Oxford University Press.

CALLS OF ADULTS
(1) Song. (1a) Full song. Resembles Starling S. vulgaris in overall structure, duration, and variability. However, compared with S. vulgaris, song of S. unicolor noisier (Bergmann and Helb 1982) and introductory whistles much louder (Koenig 1888; Feare 1986). Whistles also given independently as calls, and are among the commonest sounds heard outside breeding season. Whistles in song highly varied (but conform to definite scheme: see below), typically drawn-out, rising or falling (portamento), tonal, e.g. 'seeoooo' (S J Peris), 'suuíh-tju' (L Svensson, H Delin), 'düüiie'; also often harsh, e.g. 'srri', 'srije' (Bergmann and Helb 1982). Based on study in north-east Spain by A Motis: whistled song has same basic structure as in S. vulgaris: every male has 4 ‚species-specific themes‘ (themes given by all or most singing males) -- inflection theme, uniform simple theme, rhythmic theme, and composed theme (terminology of Adret-Hausberger 1983, Adret-Hausberger 1984 for S. vulgaris; see Voice of that species for further details); only the ‚uniform with harmonics‘ theme of S. vulgaris in central Europe has not been found in S. unicolor (or S. vulgaris) in Spain (A Motis). Local variations (dialects) in species-specific themes occur, and each male S. unicolor also individualistic in possessing other, ‚non-species-specific themes‘ (individually unique themes, or those given only by some singing males): e.g. sounds ascending in pitch (up to 8 kHz), uniformly pitched sounds, mimicry (see below); average 13•6 themes (8–18, n = 12 males in different colonies) per male; this large repertoire compared with S. vulgaris derives from high incidence of non-species-specific themes, related in turn to large size of some breeding colonies of S. unicolor in Spain. In area of sympatry with S. vulgaris in north-east Spain, intra- and interspecific song-matching, confined to species-specific themes, occurs in mixed colonies; there are cases of precise matching of dialectical variants of species-specific themes by 2 males of the different species from same colony. Mimicry reported in North Africa (Etchécopar and Hüe 1967) although not heard in Málaga (southern Spain) (Feare 1986). Elsewhere in Spain, S. unicolor an accomplished mimic of many other birds: in central Spain, well known for mimicry of Kestrel Falco tinnunculus, Quail Coturnix coturnix, Moorhen Gallinula chloropus, Little Owl Athene noctua, Calandra Lark Melanocorypha calandra, Great Tit Parus major, Golden Oriole Oriolus oriolus, Robin Erithacus rubecula, Blackbird Turdus merula, Magpie Pica pica, and Jackdaw Corvus monedula; also reported mimicking Green Woodpecker Picus viridis in north-east Spain (A Motis), Short-toed Treecreeper Certhia brachydactyla, Buzzard Buteo buteo, and protracted Bill-clattering of White Stork Ciconia ciconia (N J Collar), captive parrot (Psittacidae) (Bernis 1989b) and poultry Gallus gallus. Recordings include mimicry of Red Kite Milvus milvus and Scops Owl Otus scops. Full song, especially loud whistles, given by (( from February-June, also on warm days in autumn and late winter. (1b) Subsong. Given by both sexes outside breeding season. (2) Contact-call. A sound roughly rendered as 'gaa-haa', somewhat like (presumably cackle of) chicken. (3) Threat- and alarm-calls. Usually given when human, cat, or corvid approaches nest. (3a) Threat-call. Rattling 'kökökökörr' or chattering 'tretet…', similar to Display-flight-call of Great Spotted Cuckoo Clamator glandarius (Bergmann and Helb 1982). (3b) Chip-call. A sharp 'fiit…fiit', similar to Chip-call of S. vulgaris. (3c) Snarl-call. A harsh rasp, as in S. vulgaris. (4) Excitement-call. A 'geee-geee-geee' heard (e.g.) during roosting. (5) Distress-call. Screaming 'haaa-haaa-haaa' heard (e.g.) during disputes in roost.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17630
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gilberto Pinelas em Seg Out 24, 2016 8:26 am

Olá, Gonçalo.

Desde já peço desculpa pelo facto de não ter respondido integralmente às tuas questões e atempadamente, mas li o teu post nas entrelinhas do trabalho e não reparei que, no mesmo, também me perguntavas algo acerca do Bufo pequeno.
Acerca das vocalizações do bufo pequeno (Asio otus), confesso que tenho alguma dificuldade em reproduzi-las através da escrita. No entanto, neste link: http://www.bird-songs.com/indexpt.htm, poderemos apreciar as mesmas, e que correspondem exatamente ao meu fortuito registo audível.

Ainda acerca deste episódio, posso dizer que comecei apenas por ouvir uma ave que se encontrava pousada num pequeno eucaliptal, mas, decorrida meia hora, passei a ouvir outra ave, esta pousada num azinhal confinante e que parecia responder ao seu congénere. Esta troca de vocalizações durou aproximadamente uma hora.

Relativamente ao artigo que partilhaste connosco acerca do Sturnus unicolor, de facto é interessante, é uma mais-valia e, com toda a certeza, esclarecerá muitas dúvidas. No teu caso foi esclarecedor?

Obrigado pela partilha.
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 1558
Idade : 54
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gonçalo Elias em Ter Out 25, 2016 4:50 am

Gilberto Pinelas escreveu:
Desde já peço desculpa pelo facto de não ter respondido integralmente às tuas questões e atempadamente, mas li o teu post nas entrelinhas do trabalho e não reparei que, no mesmo, também me perguntavas algo acerca do Bufo pequeno.
Acerca das vocalizações do bufo pequeno (Asio otus), confesso que tenho alguma dificuldade em reproduzi-las através da escrita. No entanto, neste link: http://www.bird-songs.com/indexpt.htm, poderemos apreciar as mesmas, e que correspondem exatamente ao meu fortuito registo audível.

Ainda acerca deste episódio, posso dizer que comecei apenas por ouvir uma ave que se encontrava pousada num pequeno eucaliptal, mas, decorrida meia hora, passei a ouvir outra ave, esta pousada num azinhal confinante e que parecia responder ao seu congénere. Esta troca de vocalizações durou aproximadamente uma hora.

Obrigado Gilberto. Só mais uma questão, não costuma haver coruja-do-mato na zona?
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17630
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gilberto Pinelas em Ter Out 25, 2016 5:09 am

Olá, Gonçalo.

Sim, há corujas do mato nessa zona.
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 1558
Idade : 54
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gilberto Pinelas em Ter Out 25, 2016 5:25 am

Ainda acerca do "Asio otus" e do meu registo audível, aqui vai:

screen shots
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 1558
Idade : 54
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Gonçalo Elias em Ter Out 25, 2016 6:11 am

Obrigado Gilberto, a minha surpresa resulta do facto de esta ser uma espécie muito pouco vocal (adultos) e de eu não ter conhecimento de registos anteriores de vocalizações nesta época do ano.

No link que colocaste aparecem dois "song" diferentes, porventura o que ouviste corresponderia ao segundo, marcado como "song 2"?
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17630
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cantos em Outubro

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum