Big Day Global

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Big Day Global

Mensagem por Pedro Fernandes em Qua Abr 29, 2015 1:37 pm

Há mais de 30 anos que a equipa de Cornell, a Team Sapsucker, dedica um dia por ano a tentar ver o maior número de espécies num único dia. A este dia chamam apropriadamente Big Day. O objectivo destes Big Days é por um lado chamar a atenção para a riqueza ornitológica de determinados locais e para a sua conservação, e por outro angariar fundos para a continuação do estudo e conservação das aves por parte do laboratório de ornitologia de Cornell.

Este ano no entanto, aproveitando a celebração do centenário do Cornell Lab of Ornithology, o Big Day será um evento diferente. A equipa que tenta registar o maior número de espécies possível será aumentada— drasticamente. Em 2015 todos os observadores de aves de todo o mundo são convidados a juntarem esforços e tentar, num único dia, registar o maior número de aves possível. Serão 3000 espécies? Chegaremos às 4000? Mais? Será possível, num só dia, documentar metade das espécies de aves do planeta? O sucesso desta iniciativa depende de todos nós— e daqueles que conseguirmos desafiar para se juntar a nós num dia de celebração da biodiversidade.

9 de Maio de 2015 é a data a assinalar no calendário, coincidindo o prineiro Big Day Global com o Dia Internacional das Aves Migratórias.
Enquanto que a Team Sapsucker estará no Panamá em busca do maior número de espécies, os Readheads (a equipa de estudantes de Cornell) estará em Nova Jérsia a participar no World Series of Birding. Outros membros da equipa eBird estarão a inserir listas da Califórnia e de Nova Iorque. E espero que nós por cá, através do PortugalAves, demos o nosso contributo com o maior número possível de listas, cobrindo a maioria de espécies presentes nesta altura do ano.



Sendo o Big Year de este ano um evento cumulativo global, para o seu maior sucesso será importante tentar cobrir o maior número possível de espécies endémicas ou de distribuição geográfica reduzida— para além de todas as outras espécies de aves. Isto passa por algum esforço organização, se queremos pôr as nossas endémicas e restritas no mapa. Será que alguém consegue registar Priôlos? E Freiras da Madeira? E Chascos-pretos? E Charnecos (estes últimos serão menos complicados— digo eu)? O contributo pode passar por adicionar espécies à escala nacional— mas também por tentar alcançar o maior número de espécies a nível distrital— e de concelhos! Haverá quem em Beja se disponibilize para tentar registar os primeiros Andorinhões-cafre da época? Alguém consegue ir ao planalto da Mourela arrolar Escrevedeiras-amarelas (e Picanços-de-dorso-ruivo)? Ou em Lisboa, será possível cobrir estuário do Tejo, cabo Raso e por exemplo serra de Montejunto de modo a ter uma ampla diversidade de habitats? Quantos mais observadores e pequenas equipas no terreno, melhor a representação de Portugal neste evento global— e atendendo aos números recentes de listas no PortugalAves (quase 7000 listas até agora— o ano passado para todo o ano foram 10000) será uma excelente representação!

A organização do Big Day Global espera que se possam desenvolver salutares mini-competições— quem regista mais espécies na Europa? Qual o distrito mais participado em Portugal— Faro ou Lisboa? E o concelho mais prolífico— alguém avança com uma previsão? E organiza-se um pequeno torneio inter-distrital? A grande diferença deste para outros Big Days é que o objectivo último é o somatório de todas as espécies de aves registadas pelos diferentes participantes em conjunto — e é essa afinal a ideia base do eBird.
Este evento será também acompanhado nas redes sociais, quer no Twitter (#GlobalBigDay) quer no Facebook. E claro está, na página central do Big Day Global.

Venham de lá então essas observações— listas grandes, listas pequenas, colectivas, singulares, pacatas, façanhudas, meticulosamente planeadas ou ao sabor da maré. Se for voluntário dos trabalhos  do atlas de aves de nidificantes, porque não ir dia 9 de Maio para o campo? Corre-caminhos, Felosinhas-ibéricas, Felosas-do-mato, Abutres-pretos, Pintassilgos e Pardais— tudo conta. Vamos a isso?

Boas observações!
Pedro Fernandes
avatar
Pedro Fernandes

Número de Mensagens : 687
Local : Rabat
Data de inscrição : 01/07/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Big Day Global

Mensagem por Pedro Fernandes em Sex Maio 08, 2015 6:40 am

Olá,

Estando nós nas vésperas do Global Big Day (podem acompanhar aqui as diferentes iniciativas em mais de 80 países por todo o mundo), ultimam-se os preparativos para este evento.

Em Portugal, tive conhecimento de que a iniciativa terá participantes no Faial, Terceira e São Miguel, em Montalegre, no Oeste, no Alentejo, na Ria de Aveiro, no Alentejo interior e na Barrinha de Esmoriz. Obviamente a participação será muito maior, uma vez que todas as listas do eBird submetidas dia 9 de Maio contam para o total mundial.

Talvez uma das espécies que não terá cobertura sem um esforço adicional será o Chasco-preto. Se alguém tiver possibilidade de registar esta espécie seria excelente, de outro modo esperemos que os participantes em Espanha (que, ao que parece, estarão concentrados na Catalunha e País Basco) ou de Marrocos (onde haverá um esforço por adicionar o Papa-moscas-do-atlas ao total de Espécies) os listem.

Deixo por fim um artigo sobre o Global Big Day em Português (do Brasil)— que serve também de tutorial para este evento.

Boas observações!
Pedro Fernandes
avatar
Pedro Fernandes

Número de Mensagens : 687
Local : Rabat
Data de inscrição : 01/07/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum