Contabilização das raridades

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por Gonçalo Elias em Dom Nov 01, 2015 2:53 pm

tichodroma?
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17352
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por pedro121 em Dom Nov 01, 2015 4:01 pm

Gonçalo Elias escreveu:tichodroma?

Não, é uma espécie rara mas à uma espécie muito parecida e que ocorre em Portugal mais frequentemente e em períodos não muito sobrepostos. Smile
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 9641
Idade : 41
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por pedro121 em Dom Nov 01, 2015 4:04 pm

PNicolau escreveu:
Para que queres dados se não tens ninguém a analisá-los?

Bem, ninguém é um exagero, tens poucas pessoas.
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 9641
Idade : 41
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por Gonçalo Elias em Dom Nov 01, 2015 4:22 pm

pedro121 escreveu:
Gonçalo Elias escreveu:tichodroma?

Não, é uma espécie rara mas à uma espécie muito parecida e que ocorre em Portugal mais frequentemente e em períodos não muito sobrepostos. Smile

Com essas indicações só me ocorre o Phalaropus lobatus.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17352
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por PNicolau em Dom Nov 01, 2015 6:26 pm

pedro121 escreveu:
PNicolau escreveu:
Para que queres dados se não tens ninguém a analisá-los?

Bem, ninguém é um exagero, tens poucas pessoas.
Foi o Gonçalo quem disse, eu sei que pelo menos tu fazes essa análise.
Mas penso que uma análise a sério como os britânicos fazem era muito bem vindo. Se tiver tempo e vontade, logo penso nisso.
avatar
PNicolau

Número de Mensagens : 4658
Idade : 22
Local : Lisboa
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por pedro121 em Seg Nov 02, 2015 3:42 am

Gonçalo Elias escreveu:
Com essas indicações só me ocorre o Phalaropus lobatus.

Exacto. Smile Smile
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 9641
Idade : 41
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por Gonçalo Elias em Seg Nov 02, 2015 3:49 am

PNicolau escreveu:Foi o Gonçalo quem disse

Question
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17352
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por Gonçalo Elias em Ter Out 18, 2016 9:36 am

Voltando à questão da contabilização há um aspecto que não foi abordado no tópico mas que é relevante para a contabilização, que é o caso em que o número de indivíduos presente no local varia.

O tratamento é diferente consoante o número de indivíduos aumenta ou diminui. Vejamos:

- chegam duas aves juntas (dois cisnes, por exemplo), o registo é submetido e é considerado um único registo; a certa altura uma das aves desaparece a outra fica; continua a ser o mesmo registo, aliás creio que há vários casos destes

- chega uma ave e fica por lá, é um registo; passados alguns dias, chega outro indivíduo que se junta ao primeiro e ficam ambos por lá; neste caso é tratado obrigatoriamente como um novo registo, mesmo que desapareçam ambas na mesma altura

Ou seja, num caso temos
data de chegada igual, data de partida diferente ---> 1 registo
data de chegada diferente, data de partida igual ---> 2 registos

Este é mais um argumento a favor de contar indivíduos e não apenas "observações".
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17352
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por pedro121 em Ter Out 18, 2016 1:08 pm

Gonçalo Elias escreveu:Voltando à questão da contabilização há um aspecto que não foi abordado no tópico mas que é relevante para a contabilização, que é o caso em que o número de indivíduos presente no local varia.

O numero de indivíduos variável é um problema muito grande em algumas espécies, já que para alem das situações discretas pelo Gonçalo, temos situações em que o numero aumenta, depois diminui, depois volta a aumentar em Larus sp e em Brantas bernicla.

Alias, a contabilização dos registos de Branta bernicla e de Larus argentatus é de uma complexidade que me faz desejar que o CPR remova essas espécies da lista das homologáveis o mais rápido possível.

Globalmente eu não estou contra contar os indivíduos, as diferenças só se fariam sentir num pequeno grupo de raridades, muitas das quais são administrativas e outras que tem registos em nº suficiente para deixarem de o ser.

O trabalho do CPR é para mim muito importante, mas com a cada vez maior utilização do eBird, o acompanhamento de espécies como Larus argentatus e Hyperboreus, Gavia immer, moleiro-rabilongo, gaivota-de-sabine, oce cas, Branta bernicla bernicla, Phy ino (choque) e mesmo Larus glaucoides e Felosa-aquatica devia deixar de ser feito pelo CPR

Só isso reduzia em muito os problemas de contabilização...

avatar
pedro121

Número de Mensagens : 9641
Idade : 41
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por Gonçalo Elias em Ter Out 18, 2016 1:45 pm

pedro121 escreveu:
O trabalho do CPR é para mim muito importante, mas com a cada vez maior utilização do eBird, o acompanhamento de espécies como Larus argentatus e Hyperboreus, Gavia immer, moleiro-rabilongo, gaivota-de-sabine, oce cas, Branta bernicla bernicla, Phy ino (choque) e mesmo Larus glaucoides e Felosa-aquatica devia deixar de ser feito pelo CPR

Concordo totalmente, aliás já anteriormente falámos sobre isto num outro tópico, os registos de espécies com mais de um X número de observações anteriores (5 ou 10 ou whatever) poderiam ser validados pela comunidade. O CPR concentrar-se-ia nos "firsts" e nas espécies com menos de 5 registos. Isto reduziria fortemente a carga de trabalho do CPR que claramente não tem capacidade para processar a informação que vai chegando (é uma pena, mas não podemos ficar sempre todos à espera anos e anos que o CPR arranje tempo para tratar destas coisas).
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 17352
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por Flávio Oliveira em Ter Out 18, 2016 1:50 pm

pedro121 escreveu:
Globalmente eu não estou contra contar os indivíduos, as diferenças só se fariam sentir num pequeno grupo de raridades, muitas das quais são administrativas e outras que tem registos em nº suficiente para deixarem de o ser.

O trabalho do CPR é para mim muito importante, mas com a cada vez maior utilização do eBird, o acompanhamento de espécies como Larus argentatus e Hyperboreus, Gavia immer, moleiro-rabilongo, gaivota-de-sabine, oce cas, Branta bernicla bernicla, Phy ino (choque) e mesmo Larus glaucoides e Felosa-aquatica devia deixar de ser feito pelo CPR

Só isso reduzia em muito os problemas de contabilização...

Isto seria verdade para PTc porque no caso dos Açores o problema é muito pior.

Agora que no último Anuário ficaram patentes os critérios de contabilização, era preciso "varrer a casa" e rever tudo para trás no caso das espécies problemáticas.
A título de exemplo, há casos em que duas aves da mesma espécie com chegada em datas diferentes foram contadas como um único registo e, noutros casos, foram contados (correctamente) como 2 registos.
avatar
Flávio Oliveira

Número de Mensagens : 467
Idade : 37
Local : Maia
Data de inscrição : 11/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Contabilização das raridades

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum