LOCAL: Lagoa dos Patos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por conspicillata em Sex Jun 03, 2016 4:47 am

No início de Maio estivemos na Lagoa dos Patos e do Peneireiro para monitorizar as aves aquáticas, e o nível de intervenções e alteração de habitats na zona é impressionante. Já tínhamos ficado com uma ideia em Fevereiro, mas num espaço de 3 meses as alterações foram brutais:

- plantaram olival até à margem da Lagoa dos Patos

- cortaram os pinheiros-mansos que existiam entre as duas lagoas

- esvaziaram a lagoa do peneireiro e deitaram o seu paredão abaixo

Aqui ficam algumas imagens da área.... e patos na Lagoa dos Patos agora só no nome...

Carlos

Lagoa do Peneireiro






Antigo pinhal


conspicillata

Número de Mensagens : 249
Idade : 41
Local : Évora
Data de inscrição : 02/07/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por PNicolau em Sex Jun 03, 2016 5:13 am

Que vergonha..
avatar
PNicolau

Número de Mensagens : 5028
Idade : 23
Local : Lisboa
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Jun 03, 2016 5:17 am

impressionante de facto.

quanto a esta parte
patos na Lagoa dos Patos agora só no nome...
imagino que esta não seja a melhor época do ano para avaliar a pertinência do nome, dado que os patos são especialmente abundantes durante a estação fria.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 18446
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por pedro121 em Sex Jun 03, 2016 5:29 am

Bem, vamos ver como fica depois das mudanças, mas não é nada animador.
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 10382
Idade : 42
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por conspicillata em Sex Jun 03, 2016 7:49 am

Gonçalo Elias escreveu:imagino que esta não seja a melhor época do ano para avaliar a pertinência do nome, dado que os patos são especialmente abundantes durante a estação fria.

de acordo, mas para quem tem lá ido de forma sistemática ao longo dos últimos anos, é a minha opinião. Espero estar enganado!

De qualquer forma fica aqui a lista deste ano e a do ano passado na mesma altura:

2016 http://ebird.org/ebird/portugal/view/checklist?subID=S29812271

2015 http://ebird.org/ebird/portugal/view/checklist?subID=S24122346

abraço

conspicillata

Número de Mensagens : 249
Idade : 41
Local : Évora
Data de inscrição : 02/07/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por MPinto em Qui Dez 15, 2016 3:55 pm

Estava a querer criar um tópico com este nome. Fui à lagoa dos Patos no passado dia 11 de Dezembro e fiquei chocado... Tive que ligar o Google earth no tlm para confirmar que estava mesmo lá... Ainda não tinha ido aquelas lagoas mas antes de ir vi as fotos e as imagens do Google earth das duas lagoas... Chegando lá... enfim, mais do mesmo do que se está a tornar o Baixo Alentejo... Saí de lá muito triste com o que vi... Apesar da Lagoa dos Patos se manter, mesmo com actividade das aves que mantêm fé no sítio, não sei por quanto tempo será... Este tipo de olival semanalmente está a levar química e a própria água da rega leva tratamento... A qualidade da agua da lagoa pode-se dizer que acabou... Penso que será o fim daquele hotspot com muita pena do que estou a dizer... É impressionante o que estão a permitir se faça com todas aquelas terras do Baixo Alentejo...
É esperar que esta enganado...

MPinto

Número de Mensagens : 44
Data de inscrição : 03/02/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Gonçalo Elias em Qui Dez 15, 2016 4:13 pm

MPinto escreveu:Estava a querer criar um tópico com este nome. Fui à lagoa dos Patos no passado dia 11 de Dezembro e fiquei chocado... Tive que ligar o Google earth no tlm para confirmar que estava mesmo lá... Ainda não tinha ido aquelas lagoas mas antes de ir vi as fotos e as imagens do Google earth das duas lagoas... Chegando lá... enfim, mais do mesmo do que se está a tornar o Baixo Alentejo... Saí de lá muito triste com o que vi... Apesar da Lagoa dos Patos se manter, mesmo com actividade das aves que mantêm fé no sítio, não sei por quanto tempo será... Este tipo de olival semanalmente está a levar química e a própria água da rega leva tratamento... A qualidade da agua da lagoa pode-se dizer que acabou... Penso que será o fim daquele hotspot com muita pena do que estou a dizer... É impressionante o que estão a permitir se faça com todas aquelas terras do Baixo Alentejo...
É esperar que esta enganado...

Há dias contaram-me exactamente isso, pelo que percebi o local está irreconhecível...
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 18446
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por MPinto em Qui Dez 15, 2016 4:34 pm

Perspetiva geral da área...



Perspetiva da Lagoa dos Patos...



Perspetiva de onde seria o paredão da Lagoa do Peneireiro...



Vai ser triste a monotonia desta paisagem quando estas árvores forem abandonadas por deixarem de ser produtivas daqui a 30 anos... Vai ficar apenas terra pois nem uma erva vai crescer com tanta química...

MPinto

Número de Mensagens : 44
Data de inscrição : 03/02/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Dez 16, 2016 12:57 am

Não consigo fazer futurologia, curiosamente apesar da aparente monotonia este tipo de paisagem parece ser benéfico para algumas espécies, na zona de Évora em olivais semelhante encontrei muitas calhandrinhas, petinhas-dos-campos e chascos-ruivos.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 18446
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Paulo Lemos em Sex Dez 16, 2016 4:01 am

Gonçalo Elias escreveu:este tipo de paisagem parece ser benéfico para algumas espécies, na zona de Évora em olivais semelhante encontrei muitas calhandrinhas, petinhas-dos-campos e chascos-ruivos.

Então muitas calhandrinhas, petinhas-dos-campos e chascos-ruivos serão o futuro Rolling Eyes .


MPinto escreveu:

Perspetiva de onde seria o paredão da Lagoa do Peneireiro...


Estás a ver? As aves até se adaptam muito bem cheers Suspect .
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1516
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Paulo Lemos em Sex Dez 16, 2016 4:47 am

Não conheço o local antes destas fotos, Mas esse tipo de ambiente de solo exposto não é muito favorável às águas nas imediações, devido a erosão e assoreamento.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1516
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Dez 16, 2016 6:08 am

Paulo Lemos escreveu:Então muitas calhandrinhas, petinhas-dos-campos e chascos-ruivos serão o futuro Rolling Eyes .

Não creio que se possa fazer este tipo de extrapolações. Apesar da expansão do habitat de olival intensivo no Alentejo, ele está longe de ser maioritário.

Acresce que as três espécies que referi enfrentam tendências regressivas, tanto em Portugal como noutros países, portanto este tipo de habitat pode ter impacto favorável na conservação dessas três espécies.

Paulo Lemos escreveu:Estás a ver? As aves até se adaptam muito bem cheers Suspect .

Percebo que estejas a tentar fazer uma piada, a realidade é que algumas espécies têm mais capacidade de adaptação que outras.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 18446
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Paulo Lemos em Sex Dez 16, 2016 7:07 am

Gonçalo Elias escreveu:
Paulo Lemos escreveu:Então muitas calhandrinhas, petinhas-dos-campos e chascos-ruivos serão o futuro Rolling Eyes .

Não creio que se possa fazer este tipo de extrapolações. Apesar da expansão do habitat de olival intensivo no Alentejo, ele está longe de ser maioritário.

Acresce que as três espécies que referi enfrentam tendências regressivas, tanto em Portugal como noutros países, portanto este tipo de habitat pode ter impacto favorável na conservação dessas três espécies.

Paulo Lemos escreveu:Estás a ver? As aves até se adaptam muito bem cheers Suspect .

Percebo que estejas a tentar fazer uma piada, a realidade é que algumas espécies têm mais capacidade de adaptação que outras.

Era tudo uma piada, mas olival intensivo não favorece a biodiversidade e está longe de natural. Apenas algumas espécies lucram, em desequilíbrio quase certamente.
Por aqui também se nota deste tipo de alteração na paisagem e não vejo nada de bom. Pior ainda, é sempre em substituição de áreas que antes contavam com vegetação silvestre nativa, onde se confirmam relacões bióticas "ancestrais", cuja continuidade ou equilíbrio ao perderem-se, arruínam de vez com toda a ecologia local e muitas das espécies.
Nalguns pontos do Alentejo, áreas silvestres são redutos de habitat "ancestral" para espécies únicas, muitas delas por descrever. Não apenas "matos". E cada vez mais são "ilhas isoladas".

Outra questão será a conservação das espécies (incluindo aves) em habitats alternativos como esse: como afectará a sua evolução?
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1516
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Dez 16, 2016 7:33 am

Paulo Lemos escreveu:Era tudo uma piada, mas olival intensivo não favorece a biodiversidade

Como sabes, fizeste algum estudo? E já agora, quando dizes que não favorece, estás a comparar com o quê? Com um olival tradicional, com um pousio, com um eucaliptal ou com uma zona húmida?

Paulo Lemos escreveu: e está longe de natural.

De acordo, mas nota que em Portugal praticamente não tens habitats naturais.

Paulo Lemos escreveu: Apenas algumas espécies lucram, em desequilíbrio quase certamente.

Mais uma vez pergunto: como sabes? Tens dados?

Paulo Lemos escreveu:Por aqui também se nota deste tipo de alteração na paisagem e não vejo nada de bom. Pior ainda, é sempre em substituição de áreas que antes contavam com vegetação silvestre nativa, onde se confirmam relacões bióticas "ancestrais", cuja continuidade ou equilíbrio ao perderem-se, arruínam de vez com toda a ecologia local e muitas das espécies.

A que te referes em concreto?

Paulo Lemos escreveu:Nalguns pontos do Alentejo, áreas silvestres são redutos de habitat "ancestral" para espécies únicas, muitas delas por descrever. Não apenas "matos". E cada vez mais são "ilhas isoladas".

O que é isso de habitat "ancestral" e onde é que o encontras?
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 18446
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Paulo Lemos em Sex Dez 16, 2016 9:21 am

Gonçalo Elias escreveu:
Paulo Lemos escreveu:Era tudo uma piada, mas olival intensivo não favorece a biodiversidade

Como sabes, fizeste algum estudo? E já agora, quando dizes que não favorece, estás a comparar com o quê? Com um olival tradicional, com um pousio, com um eucaliptal ou com uma zona húmida?

Paulo Lemos escreveu: e está longe de natural.

De acordo, mas nota que em Portugal praticamente não tens habitats naturais.

Paulo Lemos escreveu: Apenas algumas espécies lucram, em desequilíbrio quase certamente.

Mais uma vez pergunto: como sabes? Tens dados?

Paulo Lemos escreveu:Por aqui também se nota deste tipo de alteração na paisagem e não vejo nada de bom. Pior ainda, é sempre em substituição de áreas que antes contavam com vegetação silvestre nativa, onde se confirmam relacões bióticas "ancestrais", cuja continuidade ou equilíbrio ao perderem-se, arruínam de vez com toda a ecologia local e muitas das espécies.

A que te referes em concreto?

Paulo Lemos escreveu:Nalguns pontos do Alentejo, áreas silvestres são redutos de habitat "ancestral" para espécies únicas, muitas delas por descrever. Não apenas "matos". E cada vez mais são "ilhas isoladas".

O que é isso de habitat "ancestral" e onde é que o encontras?

O que retiro das tuas perguntas, é que de facto serão necessários estudos para confirmar o que todos já sabemos tongue .
Porém há assuntos para os quais não deve haver dúvidas e este é um. Porquê?

Estudos, dados... há certamente inúmeras referencias que confirmam, se os trabalhos são imparciais (não sou especialista para ter de aqui os citar).
Mas nem é preciso ir tão longe, é só pedir à malta da entomologia nacional, para que disponibilize e trate os dados que recolheu, certamente vocacionados para definir mais do os seus objectivos particulares, por exemplo quantificar e até qualificar a biodiversidade das culturas intensivas, incluindo os olivais.
É discussão recorrente, fruto de observações, a pobreza desses habitats. Pergunta o que "e quanto" apanham pitfalls em olival intensivo.
Pessoalmente vejo, os testemunhos confirmam-me, chega-me para ter opinião sustentada e até acesa.

Quanto a "ancestral e natural", devia ter empregue outros termos "mais de aproximação" e não tão absolutos. Mas devem chegar para me fazer entender.

Para Natural, sinónimos e significado são imensos, mas no contexto simples do meu post (ou assim o pretendi) na natureza como popularmente é conhecida, o termo natural é aplicado para situações "que não envolvem muita intervenção do Homem". Ora, o Olival intensivo está longe desse conceito, se visto assim.

Ancestral (é passado ou antecedeu algo ou alguém), mas no contexto em que usei o vocábulo (para habitat), quis em sentido lato abranger espaços ocupados pela biodiversidade nativa, que conservem de base o que sustenta e compõe um ecossistema relativamente equilibrado e não dominado pela influencia humana. Neste meu conceito podem até estar presentes espécies não nativas e o Homem, num conceito flexível o suficiente para até fraccionar algumas características desse ecossistema e seus componentes, no espaço, se ainda em equilíbrio.
Espaços assim, encontram-se um pouco por todo o país, até dentro dos limites urbanos. Tal como disse, são normalmente redutos onde se podem observar características geológicas cobertas de vegetação característica e espécies por vezes endémicas, dependentes dessas condições. Tais espécies, e a sua distribuição (cada vez melhor conhecida, bem como o seu comportamento e sensibilidade) também provam a "historia" desses tais redutos como intocados pela pressão humana, caso contrário teriam desaparecido.
Esses redutos podem ser resultado de colorização de novos espaços físicos nas mesmas características geológicas, por espécies que se propagam de zonas próximas mas cujo resultado final seja o equivalente, e que as "relações bióticas ancestrais se mantenham (o que em teoria não afectará drasticamente a sua evolução no futuro).
Isto pode subsistir (ainda que parcialmente mas funciona para muitas espécies) dentro de eucaliptais mal cuidados... mas nunca em Olival intensivo.

Contudo há espécies que lucram dos olivais. Alguns grilos, por exemplo. Em desequilíbrio, e muito frequentemente se encontram mutantes (talvez pela ausência de predação, etc.). Tantos outros casos... um mundo deles.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1516
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Dez 16, 2016 9:28 am

Paulo Lemos escreveu:O que retiro das tuas perguntas, é que de facto serão necessários estudos para confirmar o que todos já sabemos tongue .

Pois já percebi que achas que não vale a pena fazer estudos nenhuns porque afinal já sabemos tudo Rolling Eyes
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 18446
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Paulo Lemos em Sex Dez 16, 2016 10:18 am

Gonçalo Elias escreveu:
Paulo Lemos escreveu:O que retiro das tuas perguntas, é que de facto serão necessários estudos para confirmar o que todos já sabemos tongue .

Pois já percebi que achas que não vale a pena fazer estudos nenhuns porque afinal já sabemos tudo Rolling Eyes

Mais diria assim: "até fazermos estudos (que envolvem dinheiro que nunca cairá), usamos o conhecimento que temos."
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1516
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Gonçalo Elias em Sex Dez 16, 2016 10:23 am

Paulo Lemos escreveu:
Gonçalo Elias escreveu:
Paulo Lemos escreveu:O que retiro das tuas perguntas, é que de facto serão necessários estudos para confirmar o que todos já sabemos tongue .

Pois já percebi que achas que não vale a pena fazer estudos nenhuns porque afinal já sabemos tudo Rolling Eyes

Mais diria assim: "até fazermos estudos (que envolvem dinheiro que nunca cairá), usamos o conhecimento que temos."

Em vez de te baseares apenas no teu conhecimento individual e nas tuas convicções, creio que valeria a pena tentares informar-te melhor. Há montes de estudos feitos, inclusivamente em zonas de olival intensivo (assim como em diversos outros habitats).
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 18446
Idade : 49
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Paulo Lemos em Sex Dez 16, 2016 11:20 am

Sei pois.
E também há sobre os eucaliptais intensivos e campos de Golf...

Suspect scratch
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1516
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por MPinto em Sex Dez 16, 2016 4:24 pm

Vejo que o olival intensivo está a ser o futuro do baixo Alentejo... pode ser bom para umas espécies que se adaptam... Mas estamos a criar um ambiente novo numa área pseudo-esteparia... as espécies daí têm de se adaptar a esse novo ecossistema ou vao restringir-se a Castro Verde até chegar lá o regadio? Devia de haver algum controlo era só essa a minha opinião...

MPinto

Número de Mensagens : 44
Data de inscrição : 03/02/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LOCAL: Lagoa dos Patos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum