Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Página 6 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Pedro Pereira em Ter Maio 30, 2017 5:03 am

João Tomás escreveu:

Sim confirmei Pedro. Era claramento o "swweeeooo" que fomos falando neste tópico e que eu prórpio me fui habituando durante este Outono e Inverno. Em abril e maio (aliás, esta Primavera) não escutei qualquer macho de Phy col a cantar e apena acompanhei este indivíduo sempre a emitir o tal "swweoo". Ora, em torno do suposto ninho já escutei pelo menos 2 machos de Phy ibe a cantar (mais ou menos 10-20 m em redor do ninho).

Eu pensei na hipótese de haver cruzamento de Phy col com Phy ibe mas esperava observar duas aves nos arredores do ninho. Se forem duas Phy ibe, a ave que observo "imita" bem as Phy col e tem uns tons de plumagem mais apagados. Vou tentar acompanhar e gravar os chamamentos.


João, obrigado pelo feedback. Sim, diria que vale a pena acompanhar a situação. Wink
avatar
Pedro Pereira

Número de Mensagens : 235
Idade : 32
Local : Centro-Sul
Data de inscrição : 30/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Pedro Pereira em Qua Jun 07, 2017 4:20 pm

Boas,

Na semana passada, a equipa do LabOr gravou, na herdade da Mitra, um Phyloscopus ibericus juvenil a emitir um chamamento diferente dos adultos da sua própria espécie, sugerindo que as P. ibericus também têm uma variante do "sweeeo".

A gravação decorreu numa sessão de anilhagem. A espécie e idade deste individuo foi feita na mão e a emissão do chamamento ocorreu de modo espontâneo (isto é: não foi usado qualquer playback para que a ave se sentisse motivada a vocalizar) e dentro do saco de anilhagem! Momentaneamente, um segundo individuo (de idade e sexo desconhecidos) respondeu da vegetação utilizando o mesmo chamamento.

A gravação encontra-se aqui: http://ebird.org/ebird/portugal/view/checklist/S37456542
avatar
Pedro Pereira

Número de Mensagens : 235
Idade : 32
Local : Centro-Sul
Data de inscrição : 30/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Paulo Lemos em Qua Jun 07, 2017 4:33 pm

Bem...
Quando, por exemplo, um rabirruivo deixa o ninho e se vê ameaçado, pode emitir um conjunto de "esboços" do que se irá desenvolver mais tarde como a vocalização "normal" de alarme, ou aviso, "ralha" e até impulso de territorialidade. E os irmãos podem responder, podem entrar na mesma onda facilmente como nunca tinham feito antes. Aplicável para tantas passeriformes...
Portanto não sei o que pensar disto... "ave demasiado imatura" para referência? Ou deverá ser comparado apenas, ou primeiramente, nesse contexto?
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1456
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Pedro Pereira em Qua Jun 07, 2017 4:41 pm

Boas,

Não creio que a ave fosse "demasiado imatura". Era um juvenil voador.

Edição ao que escrevi acima: ....A identidade da espécie e idade deste individuo foram determinadas na mão...

avatar
Pedro Pereira

Número de Mensagens : 235
Idade : 32
Local : Centro-Sul
Data de inscrição : 30/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Paulo Lemos em Qua Jun 07, 2017 4:45 pm

Eu li "Juvenil que deixou o ninho recentemente (Confirmada)".
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1456
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Pedro Pereira em Qua Jun 07, 2017 4:50 pm

Esse código tem que ver com a espécie e não com o indivíduo gravado em concreto. Capturámos vários juvenis e "Juvenil que deixou o ninho recentemente (Confirmada)" foi o código de nidificação mais elevado na P. ibericus. Apenas isso.
avatar
Pedro Pereira

Número de Mensagens : 235
Idade : 32
Local : Centro-Sul
Data de inscrição : 30/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por João Tomás em Qua Jun 07, 2017 4:53 pm

Pedro Pereira escreveu:Boas,

Na semana passada, a equipa do LabOr gravou, na herdade da Mitra, um Phyloscopus ibericus juvenil a emitir um chamamento diferente dos adultos da sua própria espécie, sugerindo que as P. ibericus também têm uma variante do "sweeeo".

A gravação decorreu numa sessão de anilhagem. A espécie e idade deste individuo foi feita na mão e a emissão do chamamento ocorreu de modo espontâneo (isto é: não foi usado qualquer playback para que a ave se sentisse motivada a vocalizar) e dentro do saco de anilhagem! Momentaneamente, um segundo individuo (de idade e sexo desconhecidos) respondeu da vegetação utilizando o mesmo chamamento.

A gravação encontra-se aqui: http://ebird.org/ebird/portugal/view/checklist/S37456542

Muito interessante. Agora ias-me deixando com medo (e continuo) da id do indivíduo que tenho observado aqui na UTAD x) mesmo assim o "swweeeo" desta Phylloscopus é diferente dessa gravação. Diferente porque diz mesmo "swwweeeoo" enquanto que essa ave que vocês gravaram é uma nota mais curta e algo "enrolada" pelo meio. Esse penso que seja o mesmo call que já escutei num imaturo de Phy ibe.
avatar
João Tomás

Número de Mensagens : 2605
Idade : 27
Local : Batalha
Data de inscrição : 26/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Paulo Lemos em Qua Jun 07, 2017 5:07 pm

Pedro Pereira escreveu:Esse código tem que ver com a espécie e não com o indivíduo gravado em concreto. Capturámos vários juvenis e "Juvenil que deixou o ninho recentemente (Confirmada)" foi o código de nidificação mais elevado na P. ibericus. Apenas isso.

Ah ok. Mas nesta época do ano será um jovem independente e completamente formado? Regimes e retrizes completas?

Atenção que eu não quis sugerir que os "primeiros esboços" de vocalizações emitidas por um jovem não têm relevância. Terão até bastante, mas deve ser analisada e comparada como tal (jovem, averiguando-se quão jovem, e se isolado de audições de adultos) apenas.

Por outro lado, parece que nem sequer se sabe para que as várias vocalizações desta "espécie" servem, no que seria uma condição básica para as estudar a outros níveis, que envolvem diversidade (e devem ser mais vocalizações/funções do que parece à 1ª vista).

Será que o resultado final de tudo isto, seria a conclusão de que um misto entre genética e aprendizagem, influenciam as vocalizações no espaço e no tempo, dependente ou independentemente de (sub)espécies intimamente aparentadas?


João Tomás escreveu:
Pedro Pereira escreveu:Boas,

Na semana passada, a equipa do LabOr gravou, na herdade da Mitra, um Phyloscopus ibericus juvenil a emitir um chamamento diferente dos adultos da sua própria espécie, sugerindo que as P. ibericus também têm uma variante do "sweeeo".

A gravação decorreu numa sessão de anilhagem. A espécie e idade deste individuo foi feita na mão e a emissão do chamamento ocorreu de modo espontâneo (isto é: não foi usado qualquer playback para que a ave se sentisse motivada a vocalizar) e dentro do saco de anilhagem! Momentaneamente, um segundo individuo (de idade e sexo desconhecidos) respondeu da vegetação utilizando o mesmo chamamento.

A gravação encontra-se aqui: http://ebird.org/ebird/portugal/view/checklist/S37456542

Muito interessante. Agora ias-me deixando com medo (e continuo) da id do indivíduo que tenho observado aqui na UTAD x) mesmo assim o "swweeeo" desta Phylloscopus é diferente dessa gravação. Diferente porque diz mesmo "swwweeeoo" enquanto que essa ave que vocês gravaram é uma nota mais curta e algo "enrolada" pelo meio. Esse penso que seja o mesmo call que já escutei num imaturo de Phy ibe.

A partir desta época deverás ter juvenis do ano a alimentar as segundas ninhadas... talvez, dependendo de quão cedo a 1ª se emancipou.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1456
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Pedro Pereira em Qui Jun 08, 2017 5:01 am

Paulo Lemos escreveu:

Ah ok. Mas nesta época do ano será um jovem independente e completamente formado? Regimes e retrizes completas?


Já foram adicionadas fotos do individuo gravado ao link que enviei ontem.
avatar
Pedro Pereira

Número de Mensagens : 235
Idade : 32
Local : Centro-Sul
Data de inscrição : 30/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Pedro Pereira em Qui Jun 08, 2017 5:06 am

João Tomás escreveu:

Muito interessante. Agora ias-me deixando com medo (e continuo) da id do indivíduo que tenho observado aqui na UTAD x) mesmo assim o "swweeeo" desta Phylloscopus é diferente dessa gravação. Diferente porque diz mesmo "swwweeeoo" enquanto que essa ave que vocês gravaram é uma nota mais curta e algo "enrolada" pelo meio. Esse penso que seja o mesmo call que já escutei num imaturo de Phy ibe.

Também achei muito interessante!

De um modo genérico, o chamamento é inverso à maioria dos "sweeeo" que tenho visto gravados nas mais diversas fontes: este começa com um "U" e termina com um "U" invertido. Isto faz com que não seja um verdadeiro "sweeeo" mas aparentemente um chamamento equivalente.

Já conseguiste gravar o teu indivíduo?

avatar
Pedro Pereira

Número de Mensagens : 235
Idade : 32
Local : Centro-Sul
Data de inscrição : 30/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Paulo Lemos em Qui Jun 08, 2017 5:38 am

Ainda que, nessa idade, possa permanecer no território da família, não sei se concordo com o código reprodutor adiantado (e em Junho)... scratch

No conheço o calendário da nidificação local desta espécie, mas uma dica para o Tomás, é que essa idade (e até mais cedo), um jovem poderá já assistir ninhadas próximas da mesma espécie ou outras, na alimentação.

Quanto ao som que prometi antes (do canto de uma ibe "marada" da minha zona, ou de passagem por cá), ainda não consegui editar o som, entre folhas de eucalipto ao vento e verdilhões em alarme. Já agora, tentarei juntar mais umas gravações.
Devo ter a mais antiga em DV (de 2000 e poucos), de um macho instalado das Caldas nesta altura do ano, emitindo canto de Phy col "quando lhe "apetecia". Tinha dias...
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1456
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Pedro Pereira em Qui Jun 08, 2017 7:04 am

Trata-se de apenas um registo de um indivíduo. Por isso, não pretendo entrar em grandes dissertações.

Aqui o que considero relevante é um simples facto:

Phy ibericus juvenil emite chamamento diferente dos chamamentos mais comummente conhecidos.

Chamamento esse que pode valer a pena ser conhecido pelos observadores com interesse na identificação das espécies de Phylloscopus.
avatar
Pedro Pereira

Número de Mensagens : 235
Idade : 32
Local : Centro-Sul
Data de inscrição : 30/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Luis Silva em Qui Jun 08, 2017 7:53 am

Esse som é também emitido por aves adultas de P. ibericus, ou pelo menos algumas que já sobreviveram um Inverno

Luis Silva

Número de Mensagens : 448
Data de inscrição : 08/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Pedro Pereira em Qui Jun 08, 2017 7:56 am

Luis Silva escreveu:Esse som é também emitido por aves adultas de P. ibericus, ou pelo menos algumas que já sobreviveram um Inverno

Bela dica Luís, obrigado.

Também ponderei essa hipótese com base no que ouvi no campo.
avatar
Pedro Pereira

Número de Mensagens : 235
Idade : 32
Local : Centro-Sul
Data de inscrição : 30/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Pedro Pereira em Qui Jun 08, 2017 8:04 am

Luis Silva escreveu:Esse som é também emitido por aves adultas de P. ibericus, ou pelo menos algumas que já sobreviveram um Inverno

Já agora, em que circunstância as ouviste a fazer este chamamento? Em alarme? em contact-calls com juvenis?
avatar
Pedro Pereira

Número de Mensagens : 235
Idade : 32
Local : Centro-Sul
Data de inscrição : 30/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Luis Silva em Qui Jun 08, 2017 9:33 am

Pedro Pereira escreveu:
Luis Silva escreveu:Esse som é também emitido por aves adultas de P. ibericus, ou pelo menos algumas que já sobreviveram um Inverno

Já agora, em que circunstância as ouviste a fazer este chamamento? Em alarme? em contact-calls com juvenis?


Ao libertar Smile

Mas já me aconteceu tanto em Março como em Julho a Setembro. Ou seja tanto em aves a de passagem para Norte como para Sul (em locais onde eles não nidificam).

Luis Silva

Número de Mensagens : 448
Data de inscrição : 08/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Pedro Pereira em Qui Jun 08, 2017 10:00 am

Luis Silva escreveu:
Ao libertar Smile

Mas já me aconteceu tanto em Março como em Julho a Setembro. Ou seja tanto em aves a de passagem para Norte como para Sul (em locais onde eles não nidificam).

Fixe, foi de alívio! Razz obrigado pela info!
avatar
Pedro Pereira

Número de Mensagens : 235
Idade : 32
Local : Centro-Sul
Data de inscrição : 30/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Paulo Lemos em Qui Jun 08, 2017 10:06 am

Aparentemente é uma ave juvenil totalmente formada, e que teve tempo de aprender e quiçá desenvolver/treinar (dependendo da espécie mas não sou especialista nas Phy) a vocalização mais básica. Se fosse mais jovem, seria interessante a outro nível, incluindo um nível de comparação mais "específico".

Induziu-me em erro o código de reprodução, já que não é propriamente uma ave saída há dias do ninho. Deve ter mais de 2 semanas após saída, e já independente se quisesse e se as condições permitissem.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1456
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por João Tomás em Ter Out 10, 2017 3:23 pm

Sou só eu ou há mais alguém a escutar o tal call "swwweeoo" que nos atrofiou a cabeça no passado Inverno? Só hoje, depois de 10-15 indivíduos, é que escutei o típico "buuit" a que estava acostumado.
avatar
João Tomás

Número de Mensagens : 2605
Idade : 27
Local : Batalha
Data de inscrição : 26/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Paulo Lemos em Ter Out 10, 2017 8:16 pm

Não tenho andado com atenção devida aos sons que saem das Phy, mas nesta época as trochilus também confundem, com variações e "predisposições".
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1456
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por PNicolau em Qua Out 11, 2017 12:14 am

As "sweeo" estão de facto de volta às carga já há uma semana pelo menos
avatar
PNicolau

Número de Mensagens : 4974
Idade : 23
Local : Lisboa
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Chamamentos variáveis de Phylloscopus collybita

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum