Simplificação de nomes de hotspots

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Gonçalo Elias em Sab Mar 11, 2017 4:53 pm

Abro este tópico com o objectivo de debater e analisar opções para simplificar as designações dos hotspots.

A questão é a seguinte: em minha opinião em Portugal há demasiados hotspots com nomes demasiado extensos (nomeadamente quando comparados com a generalidade dos outros países).

Para sustentar a afirmação anterior, estive a comparar a extensão dos nomes dos hotspots portugueses com aquilo que acontece noutros países.

Portugal
Pegando nos 100 hotspots com mais espécies (lista disponível aqui) verificamos que:
- 32 deles têm um nome que pela sua extensão ocupa pelo menos duas linhas;
- 1 deles chega a ocupar 3 linhas e tem 98 caracteres

Como é a situação noutros países? Deixo 5 exemplos, também relativamente aos 100 hotspots com maior número de espécies:
Reino Unido - apenas 1 hotspot tem um nome que ocupa duas linhas, todos os restantes cabem numa única linha
Suécia - há 2 hotspots cujo nome ocupa duas linhas, todos os restantes cabem numa única linha
Estados Unidos - são 18 os hotspots cujo nome ocupa duas linhas
Dinamarca - todos os 100 hotspots têm nomes que cabem numa linha - sim, todos
África do Sul - há 5 hotspots cujo nome ocupa duas linhas, todos os restantes cabem numa única linha

Como se pode ver, a situação é bastante variável, mas Portugal tem nomes que em média são mais longos que os de qualquer outro país. Isto acontece, em parte, porque as designações oficiais dos locais onde se situam os hotspots são, elas mesmas, muito longas.

Entre os exemplos mais extremos que encontrei destaco os seguintes:
RN Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António--salinas Cerro do Bufo (acesso condicionado) - este nome tem 98 caracteres
Lezíria Grande de Vila Franca de Xira--Arrozais da Vala de Mar de Cães (acesso condicionado) - este tem 92 caracteres

Creio que valeria a pena pensar em formas de simplificar os nomes, de modo a torná-los mais práticos e legíveis.

Mas haverá formas de simplificar isto?
Em minha opinião, sim. Deixo desde já algumas ideias para estes dois hotspots que indiquei:

  1. RN Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António - isto poderia ser simplificado para RN Castro Marim; bem sei que o nome oficial é Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António, mas em primeiro lugar o eBird não tem de usar os nomes oficiais, em segundo lugar no dia-a-dia ninguém se refere a esta área protegida com essa designação, toda a gente diz simplesmente "Castro Marim" e eu sempre defendi que os nomes dos hotspots se devem aproximar o mais possível daquilo que é a sua designação na linguagem corrente;
  2. (acesso condicionado) - esta expressão, além de ser demasiado extensa (requer 22 caracteres) é usada em excesso no caso português; entre os 100 primeiros hotspots há 9 que têm esta indicação - para comparação, nos EUA e no UK aparece apenas uma vez entre os 100 primeiros e nos restantes três países que indiquei não aparece em nenhum; em minha opinião esta expressão poderia ser dispensada, excepto talvez nos casos em que seja necessária uma autorização especial para lá entrar (por exemplo as Selvagens ou os Farilhões ou áreas militares).
  3. Lezíria Grande de Vila Franca de Xira - creio que a expressão "Vila Franca de Xira" é dispensável, quando se abre o hotspot aparece logo a indicação de que fica no concelho de Vila Franca de Xira; mais uma vez, embora a designação oficial da área seja essa, não me parece necessário escrever tudo por extenso; e também neste caso a questão do acesso condicionado me parece dispensável

Com estas propostas, os dois hotspots acima referidos passariam a chamar-se:
RN Castro Marim--salinas Cerro do Bufo - reduz de 98 para 38
Lezíria Grande--Arrozais da Vala de Mar de Cães - reduz de 92 para 47
Estas designações, ainda que possam parecer um pouco imprecisas, nomeadamente no que às designações oficiais diz respeito, na verdade contêm a informação necessária e suficiente para identificar os locais em questão.

Julgo que todos teríamos a ganhar com esta simplificação.

Opiniões?
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20182
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Tissot em Sab Mar 11, 2017 5:00 pm

Porque é que não pedes ajuda ao Ramalho???
Se o eBird utilizasse o Ramalhês como idioma oficial deixavas de ter nomes tão longos, e digo mais, conseguiria reduzir o RN Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António--salinas Cerro do Bufo (acesso condicionado) de 98 para 18 caracteres... RNsCMVRSA--sCB(ac)!!!!  Smile Smile Smile
avatar
Tissot

Número de Mensagens : 1132
Idade : 45
Local : Amadora-Alfragide
Data de inscrição : 06/04/2009

http://www.flickr.com/photos/matthiastissot/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Gonçalo Elias em Sab Mar 11, 2017 5:05 pm

Very Happy
A ideia é gira, mas temo que os nomes se tornassem indecifráveis. Smile
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20182
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por PNicolau em Sab Mar 11, 2017 8:11 pm

Concordo.
avatar
PNicolau

Número de Mensagens : 5643
Idade : 24
Local : Lisboa
Data de inscrição : 28/12/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Ricardo Melo em Dom Mar 12, 2017 12:53 am

Bem visto!  Smile
Concordo absolutamente.  bounce
avatar
Ricardo Melo

Número de Mensagens : 1328
Idade : 40
Local : Porto
Data de inscrição : 24/10/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por pedro121 em Dom Mar 12, 2017 1:46 am

Eu concordo com o Gonçalo, os nomes são demasiado grandes nos pontos em RN's e PN e afins

Na questão do acesso condicionado a questão tem que ser vista com mais calma, eu acho que se usa e abusa do acesso condicionado, mas porque há uma grande confusão sobre o que é um local com acesso condicionado.

A Ponta da Erva não é um local com acesso condicionado, o portão do cardal está aberto.

O ter que pagar para entrar pode parecer uma condição, mas não é.
Não é, porque se pagarem toda a gente pode entrar, lamento, mas ter que pagar não pode ser considerado uma condição. Para eu ir a Castro Verde tenho que pagar gasolina e provavelmente as portagens, mas não torna o local condicionado.

Para mim o termo deve ser usado em locais que não seja possível o acesso ao publico em geral, a Ponta da Erva antes do Evoa, por exemplo, só dava para entrar se tivéssemos cartão
avatar
pedro121

Número de Mensagens : 11692
Idade : 43
Local : Obidos
Data de inscrição : 14/02/2008

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Gonçalo Elias em Dom Mar 12, 2017 1:59 am

Exacto, as situações que referiste não são realmente de acesso condicionado (no limite tudo o que não seja propriedade pública seria de acesso condicionado).

Para mim um exemplo de um local de acesso condicionado é o campo de tiro de Alcochete. Não entras lá simplesmente pagando bilhete, provavelmente é necessária uma autorização escrita do comandante e para a obter será necessário apresentar um requerimento formal. E se calhar em vez de acesso condicionado deveríamos considerar escrever "acesso restrito" (é mais severo e é mais curto).
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20182
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Tissot em Dom Mar 12, 2017 5:55 am

Agora sem brincadeiras, concordo com a proposta do Gonçalo e que os nomes também deveriam ser uniformizados.

pedro121 escreveu:
A Ponta da Erva não é um local com acesso condicionado, o portão do cardal está aberto.

...cuidado, porque nos dias em que o EVOA está fechado e fora do horário do período de abertura deste, os portões também estão fechados. Para mim continua a ser um local de acesso condicionado.

pedro121 escreveu:
O ter que pagar para entrar pode parecer uma condição, mas não é.
Não é, porque se pagarem toda a gente pode entrar, lamento, mas ter que pagar não pode ser considerado uma condição. Para eu ir a Castro Verde tenho que pagar gasolina e provavelmente as portagens, mas não torna o local condicionado.

Mas não te esqueças que esses locais em que pagas uma entrada, estás na grande maioria das vezes sujeito a horários de funcionamento, logo continua a ser condicionado a um horário mesmo que pagues a entrada.

Gonçalo Elias escreveu:Exacto, as situações que referiste não são realmente de acesso condicionado (no limite tudo o que não seja propriedade pública seria de acesso condicionado).

Para mim um exemplo de um local de acesso condicionado é o campo de tiro de Alcochete. Não entras lá simplesmente pagando bilhete, provavelmente é necessária uma autorização escrita do comandante e para a obter será necessário apresentar um requerimento formal. E se calhar em vez de acesso condicionado deveríamos considerar escrever "acesso restrito" (é mais severo e é mais curto).

No que respeita ao termo “condicionado” é para mim o mais apropriado porque é um termo mais lato que pode incluir todos os problemas de acessibilidade a um local, desde acessos restritos que necessitem de autorizações, pagamento de uma entrada, horários de funcionamento, propriedade privada, etc…
avatar
Tissot

Número de Mensagens : 1132
Idade : 45
Local : Amadora-Alfragide
Data de inscrição : 06/04/2009

http://www.flickr.com/photos/matthiastissot/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Gonçalo Elias em Dom Mar 12, 2017 7:20 am

Tissot escreveu:...cuidado, porque nos dias em que o EVOA está fechado e fora do horário do período de abertura deste, os portões também estão fechados. Para mim continua a ser um local de acesso condicionado.

Se vamos por aí, o Parque dos Moinhos de Santana em Lisboa também é de acesso condicionado porque tem um horário de funcionamento.
O mesmo para o Parque Bensaúde em Lisboa e para os Jardins do Palácio Nacional de Queluz, entre vários outros.
A Reserva Natural das Dunas de São Jacinto é de acesso condicionado porque as visitas ao domingo não são permitidas.
Na RN Estuário do Tejo as salinas de Vasa Sacos também são de acesso condicionado porque é um terreno privado e tem um portão que nem sempre está aberto.
É possível encontrar muitos outros casos de locais com acesso condicionado por horários ou dias de abertura.

Mas se formos ver como é lá fora, rapidamente chegamos à conclusão de que muitos locais são de acesso condicionado sem que isso seja referido no nome do hotspot.
Assim ao acaso, fui ver a lista de hotspots do UK. O primeiro da lista é o "Cley Marshes NWT Reserve".

Fui procurar informação na net e encontrei aqui a informação dos horários de abertura, que cito:
Reserve open dawn till dusk.
Portanto como se pode ver não se pode visitar a reserva depois do anoitecer. Não se pode ir procurar corujas ou noitibós.

O quarto hotspot é a reserva de Minsmere, a informação sobre a abertura aparece aqui e diz o seguinte:

The car park, hides and countryside walks are open from dawn to dusk every day, except 25 and 26 December.

Portanto não abre todos os dias do ano, logo tem restrições de acesso. Além disso paga-se:

Entry to the visitor centre is free for all. To visit the countryside walks, Wild Zone and hides is free for RSPB members and RSPB Wildlife Explorers. Non-member adults £9, children (under 19) £5, Under 5s free, students £6, family offer: one child free with two paying adults.

Portanto além de não abrir todos os dias é preciso tirar bilhete.

Se fosse em PT estes dois exemplos já lá teriam o "acesso condicionado". No caso do UK esta informação não consta do nome do hotspot. E bem, em minha opinião.

Vamos ser práticos: qual é realmente a mais-valia que traz esta informação do "acesso condicionado"? Não é nenhuma. Só acrescenta entropia e torna o nome do hotspot desnecessariamente longo. O facto de lá estar "acesso condicionado" não especifica se é condicionado porque tem horário de abertura, se é condicionado porque é necessário pagar, se é condicionado porque é uma zona de acesso interdito ou se é condicionado porque requer uma autorização ou credencial. Ora não estando lá esta informação, o "acesso condicionado" pouco ou nada esclarece.

Mantenho assim a minha opinião de que esta informação pode ser dispensada, mantendo-se apenas algo tipo "acesso restrito" para áreas militares e zonas afins onde um vulgar cidadão não consegue obter autorização para entrar.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20182
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Tissot em Dom Mar 12, 2017 8:06 am

Gonçalo, estou de acordo contigo.
Não encontrei nada na informação sobre os Hotspots sobre a obrigatoriedade de indicar se determinado local tem ou não acesso livre ou condicionado.
Estava a indicar o termo "acesso condicionado" como o mais indicado para a sua utilização actual. Mas se se chegar à conclusão que temos abusado (eu também acho) do termo "acesso condicionado" e só quisermos indicar efectivamente os locais com acesso restrito como bases militares e propriedades privadas, por exemplo, também concordo que o termo mais indicado seja "acesso restrito" como propões.
avatar
Tissot

Número de Mensagens : 1132
Idade : 45
Local : Amadora-Alfragide
Data de inscrição : 06/04/2009

http://www.flickr.com/photos/matthiastissot/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Flávio Oliveira em Dom Mar 12, 2017 8:12 am

Relativamente ao acesso condicionado, eu discordo de várias coisas que aqui foram ditas e acho que faz todo o sentido essa informação estar incluída no nome do hotspot. O facto de noutros países não ser referido não quer dizer que seja o mais correcto. Esse tipo de comparação não faz muito sentido, parece-me.

Relativamente à questão dos nomes serem eventualmente muito extensos pergunto o seguinte: qual é o problema? Em que é que isso afecta a utilização do eBird?
Não estou a dizer que não se possa rever alguns nomes mas queria perceber qual é o objectivo.
avatar
Flávio Oliveira

Número de Mensagens : 513
Idade : 38
Local : Maia
Data de inscrição : 11/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Tissot em Dom Mar 12, 2017 8:20 am

Flávio Oliveira escreveu:Relativamente ao acesso condicionado, eu discordo de várias coisas que aqui foram ditas e acho que faz todo o sentido essa informação estar incluída no nome do hotspot. O facto de noutros países não ser referido não quer dizer que seja o mais correcto. Esse tipo de comparação não faz muito sentido, parece-me.

Existe alguma directiva Flávio por parte do eBird para a obrigatoriedade de indicar o tipo de acesso de um determinado Hotspot? Só estou a perguntar porque não consigo encontrar nada sobre o assunto e tentar perceber melhor a importância dessa indicação no Hotspot.
avatar
Tissot

Número de Mensagens : 1132
Idade : 45
Local : Amadora-Alfragide
Data de inscrição : 06/04/2009

http://www.flickr.com/photos/matthiastissot/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Flávio Oliveira em Dom Mar 12, 2017 8:32 am

Tissot escreveu:
Flávio Oliveira escreveu:Relativamente ao acesso condicionado, eu discordo de várias coisas que aqui foram ditas e acho que faz todo o sentido essa informação estar incluída no nome do hotspot. O facto de noutros países não ser referido não quer dizer que seja o mais correcto. Esse tipo de comparação não faz muito sentido, parece-me.

Existe alguma directiva Flávio por parte do eBird para a obrigatoriedade de indicar o tipo de acesso de um determinado Hotspot? Só estou a perguntar porque não consigo encontrar nada sobre o assunto e tentar perceber melhor a importância dessa indicação no Hotspot.

Também não sei se existe alguma directiva mas, mesmo não existindo, parece-me uma excelente prática. Eu, enquanto utilizador do eBird, ficaria muito aborrecido se fizesse uma viagem a determinado local e ao chegar "desse com o nariz na porta" como já me aconteceu no Alentejo, por exemplo.

Ou seja, seguir o exemplo dos outros pode não ser a melhor estratégia. Neste caso, parece-me que em Portugal estamos a fazer melhor do que nos países mencionados pelo Gonçalo.
avatar
Flávio Oliveira

Número de Mensagens : 513
Idade : 38
Local : Maia
Data de inscrição : 11/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Gonçalo Elias em Dom Mar 12, 2017 8:36 am

Flávio Oliveira escreveu:Relativamente ao acesso condicionado, eu discordo de várias coisas que aqui foram ditas e acho que faz todo o sentido essa informação estar incluída no nome do hotspot.

E qual é exactamente a mais-valia que consideras que traz o facto de lá estar referido "acesso condicionado"?
Ou seja, para o observador que queira visitar um determinado hotspot, em que medida é que estar lá isso o vai ajudar?

Flávio Oliveira escreveu:Relativamente à questão dos nomes serem eventualmente muito extensos pergunto o seguinte: qual é o problema? Em que é que isso afecta a utilização do eBird?

É chato estar a ler nomes muito extensos.

Quando eu passo o rato sobre uma das visitas recentes aparece-me isto:



Eu não percebo qual é exactamente a necessidade de ter de ler Vila Franca de Xira duas vezes.

E se a resposta for "o nome completo do local é Lezíria Grande de Vila Franca de Xira", bem nesse caso devemos combater qualquer tipo de abreviaturas e então todas as RN deveraim passar a Reserva Natural, os PN a Parque Natural e as ZPE a Zona de Protecção Especial. Mas exactamente o que é que se ganha com isto?

Flávio Oliveira escreveu:Não estou a dizer que não se possa rever alguns nomes mas queria perceber qual é o objectivo.
´
Tal como está referido no título do tópico: simplificar.

Flávio Oliveira escreveu:Eu, enquanto utilizador do eBird, ficaria muito aborrecido se fizesse uma viagem a determinado local e ao chegar "desse com o nariz na porta" como já me aconteceu no Alentejo, por exemplo.

Podes detalhar a situação? Que local foi esse e qual era o tipo de restrição?
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20182
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Flávio Oliveira em Dom Mar 12, 2017 9:20 am

Gonçalo Elias escreveu:
Flávio Oliveira escreveu:Relativamente à questão dos nomes serem eventualmente muito extensos pergunto o seguinte: qual é o problema? Em que é que isso afecta a utilização do eBird?

É chato estar a ler nomes muito extensos.

Se o problema é esse quase que apetece dizer que então não há nenhum problema Very Happy
avatar
Flávio Oliveira

Número de Mensagens : 513
Idade : 38
Local : Maia
Data de inscrição : 11/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Flávio Oliveira em Dom Mar 12, 2017 9:24 am

Gonçalo Elias escreveu:
Flávio Oliveira escreveu:Eu, enquanto utilizador do eBird, ficaria muito aborrecido se fizesse uma viagem a determinado local e ao chegar "desse com o nariz na porta" como já me aconteceu no Alentejo, por exemplo.

Podes detalhar a situação? Que local foi esse e qual era o tipo de restrição?

Uma das situações foi em Pero Peão que, curiosamente, agora tem acesso condicionado no nome. É preciso autorização para entrar...
avatar
Flávio Oliveira

Número de Mensagens : 513
Idade : 38
Local : Maia
Data de inscrição : 11/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Gonçalo Elias em Dom Mar 12, 2017 9:26 am

Flávio Oliveira escreveu:Se o problema é esse quase que apetece dizer que então não há nenhum problema Very Happy

Conforme escrevi no port inicial, "Creio que valeria a pena pensar em formas de simplificar os nomes, de modo a torná-los mais práticos e legíveis."

Ou seja, eu considero que estes nomes muito extensos não são práticos nem muito legíveis e que isso prejudica a usabilidade do eBird.

Flávio Oliveira escreveu:Uma das situações foi em Pero Peão que, curiosamente, agora tem acesso condicionado no nome. É preciso autorização para entrar...

Se a informação do acesso condicionado lá estivesse antes, o que é que tu terias feito? Deixavas de lá ir?
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20182
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Flávio Oliveira em Dom Mar 12, 2017 9:29 am

Gonçalo Elias escreveu:Abro este tópico com o objectivo de debater e analisar opções para simplificar as designações dos hotspots.

A questão é a seguinte: em minha opinião em Portugal há demasiados hotspots com nomes demasiado extensos (nomeadamente quando comparados com a generalidade dos outros países).

Para sustentar a afirmação anterior, estive a comparar a extensão dos nomes dos hotspots portugueses com aquilo que acontece noutros países.

Portugal
Pegando nos 100 hotspots com mais espécies (lista disponível aqui) verificamos que:
- 32 deles têm um nome que pela sua extensão ocupa pelo menos duas linhas;
- 1 deles chega a ocupar 3 linhas e tem 98 caracteres

Como é a situação noutros países? Deixo 5 exemplos, também relativamente aos 100 hotspots com maior número de espécies:
Reino Unido - apenas 1 hotspot tem um nome que ocupa duas linhas, todos os restantes cabem numa única linha
Suécia - há 2 hotspots cujo nome ocupa duas linhas, todos os restantes cabem numa única linha
Estados Unidos - são 18 os hotspots cujo nome ocupa duas linhas
Dinamarca - todos os 100 hotspots têm nomes que cabem numa linha - sim, todos
África do Sul - há 5 hotspots cujo nome ocupa duas linhas, todos os restantes cabem numa única linha

Como se pode ver, a situação é bastante variável, mas Portugal tem nomes que em média são mais longos que os de qualquer outro país. Isto acontece, em parte, porque as designações oficiais dos locais onde se situam os hotspots são, elas mesmas, muito longas.

No que toca a arranjar exemplos também temos países onde a situação é muito parecida com a nossa.

França - 26 hotspots ocupam 2 linhas e 2 hotspots ocupam 3 linhas

Resumindo, acho que tem muito a ver com o idioma de cada país...
avatar
Flávio Oliveira

Número de Mensagens : 513
Idade : 38
Local : Maia
Data de inscrição : 11/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Flávio Oliveira em Dom Mar 12, 2017 9:31 am

Gonçalo Elias escreveu:Se a informação do acesso condicionado lá estivesse antes, o que é que tu terias feito? Deixavas de lá ir?

Se a informação lá estivesse nem sequer lá tinha ido perder tempo...
avatar
Flávio Oliveira

Número de Mensagens : 513
Idade : 38
Local : Maia
Data de inscrição : 11/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Gonçalo Elias em Dom Mar 12, 2017 9:34 am

Flávio Oliveira escreveu:
Gonçalo Elias escreveu:Se a informação do acesso condicionado lá estivesse antes, o que é que tu terias feito? Deixavas de lá ir?

Se a informação lá estivesse nem sequer lá tinha ido perder tempo...

Mas por essa ordem de ideias sempre que vires um sítio que diz "acesso condicionado" então não vais lá.

Acontece que a maioria dos sítios em que está escrito acesso condicionado são sítios onde efectivamente podes entrar (podes ter de pagar ou respeitar determinados horários, mas podes entrar).

Portanto o a informação "acesso condicionado" não esclarece nada e só ajuda a passar, muitas vezes erradamente, a mensagem de que o local não pode ser visitado. Ou seja, estás a dar-me razão no sentido de que a expressão "acesso condicionado" nada esclarece sobre o tipo de restrições aplicados ao local.

Eu continuo a achar que se deveria deixar cair o acesso condicionado nos locais onde qualquer pessoa pode entrar e manter a designação de "acesso restrito" apenas para os locais onde não se pode entrar sem autorização especial.
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20182
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Tissot em Dom Mar 12, 2017 9:35 am

Eu percebo também o posto de vista do Flávio e acho que seria também importante que no hotspot fosse referido o tipo de acesso. Só não acho que o melhor local para isso seja no nome que identifica o local. Este problema fez-me lembrar que a anterior plataforma "Portugal Aves" tinha uma funcionalidade que consistia num campo onde podia ser especificado as características do local. O eBird não tem esse campo e julgo que seria algo que se poderia propor à central. Isto poderia facilitar a tarefa de quem aprova os novos hotspots. Por exemplo, se alguém propõe um novo hotspot, deveria ser obrigado a especificar determinadas características do local, informações essas que poderiam ajudar o revisor de hotspots a avaliar se o ponto pode ou não passar a hotspot e essa informação poderia estar disponível para todos quando se abrisse a página do hotspot com informações relevantes sobre o mesmo.
avatar
Tissot

Número de Mensagens : 1132
Idade : 45
Local : Amadora-Alfragide
Data de inscrição : 06/04/2009

http://www.flickr.com/photos/matthiastissot/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Gonçalo Elias em Dom Mar 12, 2017 9:39 am

Enquanto essa funcionalidade não está disponível no ebird, a questão dos acessos condicionados podia ser abordada da seguinte forma:

1. Eliminar todas as expressões (acesso condicionado) e substituí-las por (*) - isto é, um asterisco entre parêntesis; a informação é a mesma e o nome fica muito mais simples
2. Criar um tópico aqui no Forum com informação detalhada sobre todos os hotspots de acesso condicionado, onde qualquer interessado pode ficar a saber quais são as restrições de acesso para cada hotspot
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20182
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Flávio Oliveira em Dom Mar 12, 2017 9:42 am

Gonçalo Elias escreveu:
Flávio Oliveira escreveu:
Gonçalo Elias escreveu:Se a informação do acesso condicionado lá estivesse antes, o que é que tu terias feito? Deixavas de lá ir?

Se a informação lá estivesse nem sequer lá tinha ido perder tempo...

Mas por essa ordem de ideias sempre que vires um sítio que diz "acesso condicionado" então não vais lá.

Acontece que a maioria dos sítios em que está escrito acesso condicionado são sítios onde efectivamente podes entrar (podes ter de pagar ou respeitar determinados horários, mas podes entrar).

Portanto o a informação "acesso condicionado" não esclarece nada e só ajuda a passar, muitas vezes erradamente, a mensagem de que o local não pode ser visitado. Ou seja, estás a dar-me razão no sentido de que a expressão "acesso condicionado" nada esclarece sobre o tipo de restrições aplicados ao local.

Eu continuo a achar que se deveria deixar cair o acesso condicionado nos locais onde qualquer pessoa pode entrar e manter a designação de "acesso restrito" apenas para os locais onde não se pode entrar sem autorização especial.

Repara, é muito diferente dizer acesso condicionado num jardim de Lisboa ou numa herdade alentejana e penso que toda a gente percebe as implicações que esse condicionalismo tem nuns casos e noutros.

No caso de Pero Peão não tinha ido perder tempo porque tinha muitos outros locais para visitar sem qualquer tipo de condicionalismo. Numa visita ao Alentejo tento sempre maximizar a viagem e perder tempo em sítios que não posso visitar não é algo que me deixe satisfeito.
avatar
Flávio Oliveira

Número de Mensagens : 513
Idade : 38
Local : Maia
Data de inscrição : 11/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Flávio Oliveira em Dom Mar 12, 2017 9:47 am

Gonçalo Elias escreveu:Enquanto essa funcionalidade não está disponível no ebird, a questão dos acessos condicionados podia ser abordada da seguinte forma:

1. Eliminar todas as expressões (acesso condicionado) e substituí-las por (*) - isto é, um asterisco entre parêntesis; a informação é a mesma e o nome fica muito mais simples
2. Criar um tópico aqui no Forum com informação detalhada sobre todos os hotspots de acesso condicionado, onde qualquer interessado pode ficar a saber quais são as restrições de acesso para cada hotspot

Parece-me uma boa ideia, preferia em vez do asterisco as iniciais (AC).
Ao mesmo tempo, acho que seria importante uma revisão das situações e distinguir os diferentes casos de condicionalismos: condicionado, restrito, etc...
avatar
Flávio Oliveira

Número de Mensagens : 513
Idade : 38
Local : Maia
Data de inscrição : 11/09/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Gonçalo Elias em Dom Mar 12, 2017 9:58 am

Flávio Oliveira escreveu:Repara, é muito diferente dizer acesso condicionado num jardim de Lisboa ou numa herdade alentejana e penso que toda a gente percebe as implicações que esse condicionalismo tem nuns casos e noutros.

Entendo o raciocínio, embora me pareça que que não se deve presumir que "toda a gente percebe" o que significa uma expressão, quando nem nós nos entendemos quanto ao significado da mesma.

Flávio Oliveira escreveu:Parece-me uma boa ideia, preferia em vez do asterisco as iniciais (AC).

Sim as iniciais também são uma boa opção. Tem lá a informação essencial.

Flávio Oliveira escreveu:Ao mesmo tempo, acho que seria importante uma revisão das situações e distinguir os diferentes casos de condicionalismos: condicionado, restrito, etc...

De acordo. A expressão "acesso condicionado" além de genérica é, como já percebemos, ambígua.

Aqui vai um conjunto de sugestões:

(AR) ou (Restrito) = "acesso restrito" - onde não entras sem autorização especial (sendo que as situações deste tipo se calhar deveriam ser passadas a ponto pessoal, uma vez que é suposto os hotspots serem de acesso público) - exemplo áreas militares ou certas propriedades no Alentejo
(AP) ou (Pago) = "acesso pago" - onde tens de pagar bilhete para entrar - exemplo lagoa da Estacada (decorre daqui que existe um horário de abertura)
(AH) ou (Horário) = "acesso dentro do horário de abertura" - para situações em que mesmo sem pagar bilhete exista um horário de abertura - exemplo parque dos Moinhos de Santana

Deste modo acabamos com as ambiguidades e procuramos que a informação fique tão clara quanto possível.

Paralelamente, como já sugeri acima, podemos recorrer ao forum para detalhar o tipo de restrições (preços, horários, etc)
avatar
Gonçalo Elias

Número de Mensagens : 20182
Idade : 50
Local : Sotavento
Data de inscrição : 14/06/2007

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Simplificação de nomes de hotspots

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum