Predação de ovos de açor?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Predação de ovos de açor?

Mensagem por Paulo Lemos em Qua Abr 05, 2017 1:04 pm

Sugestões para a causa do estado deste ovo de açor.
Ontem, Caldas da Rainha Norte.

Este ano, iniciando ontem, decidi perceber o que se passa com as ninhadas locais de açor (cerca de 1 dezena escolhidos, não muito longe de casa).
Cedo, 2 evidencias de insucesso são já claras. Um casal que perdeu a 1ª postura e se prepara para 2ª, que irá provavelmente também perder-se, no mesmo ninho (predação aparentemente por esquilo).
Outro casal parece também inactivo, tendo sido um ovo encontrado no estado visível nas fotos.

Estranhamente, o ovo estava posicionado desta forma, sobre um pseudo-depenadouro junto ao chão a uns 100m do ninho, que é todo plano e quase nú na área de nidificação. Portanto o predador poderia ter escolhido outro, como "bigorna".
Os nidificantes praticamente nem usam o depenadouro no verdadeiro sentido da palavra, pois as presas são na sua maioria depenadas perto do local de captura (permanecendo o local de cria bastante limpo), mas ainda assim, usam este tronco caído para devorar presas entregues já preparadas. Os mais cimeiros, nas árvores, são finos e dão pouco jeito neste local.
Não tenho hábito de ver grandes ovos predados, portanto só me ocorre gralha como causa mais provável. Uma aparente bicada ligeira e um buraco maior, parece típico de ave predadora.

Outras possibilidades:

- Pode ter sido um ovo não eclodido que a fêmea removeu para o "depenadouro" (evitei, para já, subir ao ninho para confirmar se há mais ovos ou cria eclodidas)
- Pica-pau-verde, Trepadeira azul, Esquilo, Gaio, Bufo-real (presente no pinhal como provam regurgitações, e que pode ter predado a fêmea no ninho). Faltava a fêmea no local, estando apenas o macho.
- Envenenamento (agudo ou "acumulado"?). A alimentação é sobretudo rola turca, que como se sabe se alimenta bastante em áreas urbanas, orlas de campos cultivados e comedouros do gado.

O outro ninho no Concelho, cuja ninhada parece ter sido também devorada, o predador provável parece ter sido um esquilo que habita no próprio ninho de açor (dentro, na base).
Cascas estavam junto ao chão, sob o lado da entrada do ninho do esquilo.
Há esquilos por quase todo o lado hoje, e regra geral os açores são simpáticos para com as criaturas nos locais no ninho, bastante biodiversos em aves activas (pombos-torcaz, gaios, esquilos, pica-paus, etc). Alem disso, os esquilos são ágeis, espertos e cuidadosos.

Recorde-se o que já disse sobre esta ave.
O numero de crias já voadoras costuma ser reduzido a nível local, desde 2000 pelo menos.
O numero de territórios de adultos, durante décadas, parece manter-se estável mas menos jovens em plumagem de imaturos são observados nos últimos 10 anos.
Como já disse, o habitat também retrocede, mas as aves sentem-se mais confiantes a ocupar, mais fielmente, alternativos e menos arborizados para nidificar (mas são locais menos recatados de confusão, que inclui outros seres vivos de vários ambientes).

Segundo já li algures, não é frequente a predação de ovos/ninhos de Accipiter.




Última edição por Paulo Lemos em Qui Abr 13, 2017 4:49 am, editado 3 vez(es)
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1177
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Predação de ovos de açor?

Mensagem por Paulo Lemos em Qua Abr 05, 2017 1:59 pm

O ovo tem 2 marcas, uma delas grande abertura. A jeito de ter sido bicado com uma tentativa falhada e outra bem sucedida (cascas apontam para dentro na borda), ou abocanhado por uma mandibula e depois lambido.
Mas suponho que um mamífero como gineta, teria desfeito mais o ovo. Ou não? Alguém viu ginetas a comer ovos?
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1177
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Predação de ovos de açor?

Mensagem por Gilberto Pinelas em Ter Abr 11, 2017 4:48 am

As cascas apontam para dentro na borda, é verdade, mas esse efeito também poderia ter sido feito pelo facto de um mamífero ter introduzido a cabeça e ou o focinho para devorar o ovo. No entanto, se estava a uns 100 metros do ninho e no chão, na minha opinião, terá sido um corvídeo a fazer esse trabalho. Transportou-o bico, partiu-o e devorou-o.
Sinceramente nunca vi uma gineta comer o que seja, isto apesar de já ter visto algumas, sobretudo, de noite.
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 1228
Idade : 53
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Predação de ovos de açor?

Mensagem por Paulo Lemos em Ter Abr 11, 2017 9:42 am

Desde há muito anos que vejo a "prática" e os efeitos de um predador "oportunista" especialmente bonito, mais que na verdade não gosto muito dele "solto por aí": a gineta (espécie introduzida, certo?). E há alguns machos bem grandes e poderosos, apesar de as aves médias e pequenas (e ninhos) serem os alvos mais sérios.
Mas acho que, neste caso, não foi a culpada.

Provavelmente o Bufo-real atacou a fêmea no ninho e depois os ovos ficaram expostos aos corvídeos.
Mas porquê na "bigorna"? Talvez porque já se habituou a procurar aí outros restos (patas, etc.)?
Esta semana confirmo melhor.

Entretanto, estou a pensar fazer "desaparecer" um certo esquilo do outro lado Twisted Evil . Devia, ou não? scratch
O açor não é uma ave rara, nem de perto, portanto talvez seja normal e "aceitável" o insucesso. O esquilo é "autóctone" (não sei se esta "casta", mas pronto...), portanto faz falta para equilibrar a coisa e não devo interferir?
Damn... dou-me tão bem com esses açores... vai ser mesmo difícil estar quieto, sem me sentir um traidor bounce .
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1177
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Predação de ovos de açor?

Mensagem por Gilberto Pinelas em Ter Abr 11, 2017 11:11 am

Sim, a gineta não enjeita um ovo, seja de rapina ou não, mas também sabe evitar como ninguém possíveis confrontos desnecessários e, quiçá, perigosos.

Essa é uma hipótese plausível e, você, melhor do que ninguém, que transpira paixão pelas rapinas e consegue monitorizar as aves que estão mais ao seu alcance, saberá com certeza o que diz.

Em relação aos esquilos, apesar de ter opinião formada acerca deles, sobretudo, sobre a sua introdução e consequente intromissão nos nossos ecossistemas, deixo essa interrogativa para sua decisão.
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 1228
Idade : 53
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Predação de ovos de açor?

Mensagem por Paulo Lemos em Ter Abr 11, 2017 3:48 pm

Gilberto Pinelas escreveu:Sim, a gineta não enjeita um ovo, seja de rapina ou não, mas também sabe evitar como ninguém possíveis confrontos desnecessários e, quiçá, perigosos.

Essa é uma hipótese plausível e, você, melhor do que ninguém, que transpira paixão pelas rapinas e consegue monitorizar as aves que estão mais ao seu alcance, saberá com certeza o que diz.

Em relação aos esquilos, apesar de ter opinião formada acerca deles, sobretudo, sobre a sua introdução e consequente intromissão nos nossos ecossistemas, deixo essa interrogativa para sua decisão.

As ginetas não evitam confrontos. São de facto bastante agressivas entre si e com outras espécies (ganham a luta aos gatos e geralmente não os toleram, nem os evitam). Já tenho tido alguns encontros nocturnos com grandes machos muito pouco temerários.
Mas daí até algumas predarem rapinas nos ninhos, vai depender da localização, das espécies e dos hábitos de cada gineta. Nesta altura há outras presas como coelhos jovens, portanto não acredito que a causa da perda da postura num dos locais seja esse mamífero que, quando muito, aproveita restos ou pode predar juvenis após saída do ninho se estiver virado para algo menos saboroso. Aliás, em pleno território de gineta, há anos um jovem açor que morreu de doença, chegou a apodrecer no chão sem que lhe tocassem.
Já o bufo-real, vejo-o predar rapinas, corvos (corax) e garças, e neste caso frequenta o pinhal-bravo em causa.

Será mais verdade que os esquilos, como espécie, estão a reconquistar os nossos ecossistemas e não a intrometer-se (antes, tinham sido extintos), mas não sei qual a origem das "frentes" que conquistam o país. Duvido a tal teoria que defende a expansão para Sul... foram sim introduzidos algures (Lisboa por exemplo?) e gradualmente espalham-se?
Nalguns sítios contam-se demasiados em pouco espaço, não há muitos predadores que os consigam apanhar (os açores ignoram-nos, há presas mais fáceis e apetecíveis) e num caso fizeram estrago.

Realmente estranho, é o posicionamento do ovo no 1ª caso e gostava de confirmar quem o levou para lá.
Seria muito interessante se foi a própria fêmea... mas o tipo de buraco não coincide.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1177
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Predação de ovos de açor?

Mensagem por Gilberto Pinelas em Qua Abr 12, 2017 5:24 am

As ginetas não evitam confrontos?

Eu não seria tão taxativo e diria que depende dos confrontos, como me parece natural que assim seja. Em relação aos gatos, confesso que nunca presenciei um confronto entre ambas as espécies, mas, na minha opinião, repito, também acho que depende do “tipo” de gato. Se for um montês ou mesmo um macho assilvestrado, tenho algumas reservas em aceitar que uma gineta lhe faça frente de uma forma assim tão clara e destemida. Mas isto é apenas a minha opinião e sem certezas porque, como já disse, isto apesar de já ter visto ambas as espécies no seu habitat natural, nunca presenciei esse tipo de confrontos.

Em relação á questão de predarem rapinas nos ninhos concordo plenamente consigo, com a sua opinião, aliás, fui exatamente isso que quis dizer no meu primeiro “post” quando disse que sabiam evitar confrontos.

Em relação aos esquilos, se bem que a natureza é pródiga na sua autorregulação, ajustando-se, a reconquista dos mesmos, como diz e bem, pressupõe e ou valida sempre uma intromissão face á cadeia trófica aí existente sem eles.

Em relação ao mistério do ovo, sem certezas, como é obvio, reitero aquilo que disse: trabalhinho de corvídeo!
avatar
Gilberto Pinelas

Número de Mensagens : 1228
Idade : 53
Local : Cascais
Data de inscrição : 20/12/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Predação de ovos de açor?

Mensagem por Paulo Lemos em Qui Abr 13, 2017 4:47 am

Quanto ao caso do ovo partido, deixei de ver os reprodutores activos e prefiro perder tempo noutros territórios, até porque tenho feito fotos também (o que rouba ainda mais tempo). Estranho não estarem activos e desconfio da perda de um dos membros (e já os seguia desde o ano passado, bem de perto desde Fevereiro), pois o outro casal que perdeu a postura a favor do esquilo, está activo.


Quanto à gineta... sim depende da gineta. Tenho-as mesmo ao pé de casa bem "mansas", sei bem como se comportam. A subida de árvores até aos ninhos das rapinas, em busca de restos, e a predação de ninhos em muitas espécies de aves, são práticas comuns. Mas, neste caso, e já no ano passado, desconfiava (apenas) que os machos juvenis de açor tinham desaparecido dessa forma. Ou terão sido eliminados por competitividade entre irmãos no ninho?
Também assaltam ninhos de aves aquáticas.

A esporádica predação local de butios, por exemplo (e não me parece mera necrofagia), parece-me dever-se mais a raposa do que a esta espécie, cujo efeito indesejado como "espécie não nativa" será mais contra pequenos seres (pequenas aves e suas ninhadas, insectos, pequenos mamíferos, sobretudo répteis e alguns anfíbios) e não presas mais trabalhosas, combativas e "menos saborosas". Penso eu, que não o fazem regulamente.


Última edição por Paulo Lemos em Qui Abr 13, 2017 9:18 am, editado 5 vez(es)
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1177
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Predação de ovos de açor?

Mensagem por Paulo Lemos em Qui Abr 13, 2017 4:51 am

Quanto aos esquilos, nem vale a pena fazer alguma coisa, a não ser que meta um pequeno "espantalho" na base do ninho, para dissuadir de o usarem para acoplar os seus (nem sei como as aves reagirão, apesar de tolerantes).
Só no pinhal em causa, são 7 esquilos adultos!

Aqui não há fuinhas, que mais a Norte os predam (segundo vejo pelos despojos).

Não sei porque as ginetas não os reprimem aqui. Como pode haver pelo menos 7 esquilos num pequeno pinhal?
Talvez ainda não estejam habituadas e essa presa e à sua recente abundância, ou talvez não a alcancem protegida nos seus ninhos.
avatar
Paulo Lemos

Número de Mensagens : 1177
Local : Caldas da Rainha
Data de inscrição : 29/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Predação de ovos de açor?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum